COMPARTILHAR
Bill Perkins e Antonio Esfandiari
Bill Perkins e Antonio Esfandiari

O jogador profissional Antonio Esfandiari e o recreativo milionário Bill Perkins são dois dos mais ativos na comunidade do poker quando o assunto é prop bets, as apostas paralelas. Em 2016, no PCA, uma aposta entre os dois acabou gerando muita polêmica.

O desafio consistia em Esfandiari passar 48 horas andando fazendo o exercício chamado lunge, ou seja, tocando um dos joelhos no chão a cada passo. O problema foi que o profissional ficou apertado para ir no banheiro e estava com as pernas muito doloridas, tendo então a “brilhante” ideia de se aliviar em um recipiente sob a mesa.

É claro que a atitude foi reprovada pela organização do PCA, que decidiu pela eliminação de Esfandiari do torneio por “violação de etiqueta”. Além disso, o episódio gerou uma discussão sobre os limites do razoável nas apostas paralelas.

Dessa vez, no entanto, Esfandiari e Perkins se envolveram em uma prop bet “do bem”, revelada pelo recreativo no Twitter.

“Uma aposta que está possivelmente salvando a minha vida e a de outros: Antonio Esfandiari e eu temos uma aposta de não dirigir e mandar mensagens (a mais de 9km/h), não podemos ler ou pegar o telefone para interagir com texto enquanto dirigimos. Multa de US$ 500 por ocorrência. Eu odeio tanto perder para Antonio que isso pode ter salvado minha vida”.

Perkins não explicou como a integridade da bet é garantida, mas pelo baixo valor envolvido é de se imaginar que a aposta seja feita com base na confiança entre os dois. Apesar da boa intenção da aposta, ele não ficou livre de críticas. Um dos seguidores comentou: “É triste que a vida de vocês dois e de outros são menos valiosas do que dinheiro. Não morrer e matar não é motivação suficiente?”

DÊ CALL NO SUPERPOKER!

Turbine seu jogo, receba conteúdos exclusivos,
análise de mãos, chamadas para aulas ao vivo e promoções gratuitas.

Concordo com os termos de uso e privacidade do SuperPoker, que declara não repassar os dados a outras empresas.