COMPARTILHAR
Turbo Series
Turbo Series

Durante a semana passada, o mundo do poker viu, pelas redes sociais, uma mobilização de jogadores profissionais consagrados – e insatisfeitos – com o intuito de boicotar o High Roller da Turbo Series, no PokerStars. O evento ocorreu no domingo, 17 de fevereiro, e teve buy-in de US$ 5.200.

A ideia do boicote, liderado pelo craque belga girafganger7, era retaliar a sala de poker online pelo aumento constante do rake em torneios, diminuição considerável do rakeback e a estrutura de torneios, que, segundo o manifesto, seria voltada para os jogadores com ROI’s menores. Falta de comunicação com o site, redução do período de Late Registration, e adequação do rake em torneios Turbo, PKO e Hyperturbo foram outras reivindicações que apareceram no texto do craque online, divulgado na rede social de textos Medium.

A adesão de outros regs ao movimento foi maciça. Samuel “€urop€an” Vousden,  Mustapha “lasganammmm” Kanit, Andras “probirs” Nemeth, Connor “blanconegro” Drinan e Mikita “fish2013” Badziakouski e os brasileiros Pedro Padilha, Kelvin Kerber, Fabiano Kovalski e João Simão foram alguns dos nomes famosos que aderiram à empreitada do belga.

Em um primeiro momento, se estima que 190 jogadores espalhados pelo mundo manifestaram solidariedade à ideia de girafganger7. Esse número teria aumentado para 350 com a mobilização via Whatsapp e com o manifesto tendo se tornado público. Há de se considerar um bom número de jogadores que “aderiu” ao manifesto, mas que não jogaria o torneio de nenhuma maneira.

Outro dos princípios do boicote falava sobre a mobilização de jogadores regulares de MTT, que segundo o texto “podem atrapalhar ou ajudar a atingir premiações garantidas nos torneios”. Nesse ponto, levando-se em consideração a parte de causar overlays aos torneios boicotados, a manifestação não deu certo, ou não teve o efeito esperado. O High Roller da Turbo Series recebeu 187 entradas, totalizando um prize pool de US$ 935.000, bem acima dos US$ 750.000 garantidos. Cada jogador podia dar 2 reentradas até o final do período de Late Registration.

O Brasil, mesmo com a adesão de nomes muito conhecidos ao boicote, foi representado no torneio por chicalltreta, jricardosc, t.murata, RickLogrado, PIUlimeira, Cleber388, Lincownz (conseguiu US$ 1.250 em bounties), o ex-Team Online do Poker Stars Pessagno (US$ 1.250 em bounties) e pimenta7, que terminou na 15ª colocação, levando US$ 7.332 de prêmio e US$ 5.000 em bounties. Na mesa final, pvigar foi o nosso representante, conquistando uma premiação de US$ 43.000. O HR da Turbo Series foi vencido pelo Russo needdollarz, um regular com US$648.000 de lucro no poker online.

Claro que, como postulou girafganger7, a ideia não era apenas causar o overlay e sim a busca por um diálogo maior com o PokerStars. Olhando por esse prisma, a ideia gerou discussão e trouxe à luz as reivindicações dos jogadores. No mesmo dia, no partypoker, houve o evento #74 da K.O. Series, originalmente programado com US$ 3.000 de buy-in, o torneio teve alterações, passando para US$ 5.000 de inscrição e com garantido de US$ 1.000.000. Lá também não houve overlay. Foram 206 entradas e o título ficou com o sueco STORTjavlaGL. O melhor brasileiro foi jaimelaviande, que terminou na 12ª colocação.

DÊ CALL NO SUPERPOKER!

Turbine seu jogo, receba conteúdos exclusivos,
análise de mãos, chamadas para aulas ao vivo e promoções gratuitas.

Concordo com os termos de uso e privacidade do SuperPoker, que declara não repassar os dados a outras empresas.