COMPARTILHAR
QG Akkari Team:
QG Akkari Team: "Resiliência e paciência no poker", por Gabriel Tosta

Por Gabriel Tosta

Atualmente, vivemos numa sociedade de imediatismos. Tudo tem que ser pra ontem, o fast food, as séries de TV, o match do Tinder, as trocas de informações acontecem numa velocidade absurda e o jogador de poker não escapa desse mal. Queremos que nossos resultados e a nossa evolução apareçam pra ontem. A paciência e resiliência nos dias de hoje se tornaram virtudes, e é sobre elas que que eu quero conversar com vocês nesse artigo.

Acredito eu que esses dois fatores somados sejam das maiores causas de desistência dos jogadores que tentam trilhar o caminho do profissionalismo nessa área tão competitiva. O que falta para as pessoas é acreditar um pouco mais no processo, entender que nada na vida acontece da noite pro dia e que a coisa mais importante é a constância. Constância nos estudos, no grind, na vontade de aprender, na rotina, na curiosidade, enfim, poderia citar mais uns 10 exemplos aqui. A evolução nesse jogo muitas vezes é demorada, é claro que depende de indivíduo para indivíduo, mas obviamente está longe de ser algo fácil e que acontece rápido.

Clique aqui para conhecer o SuperPoker Team Pro

Utilizando um exemplo simples que o Yuri “TheNerdGuy”, um dos melhores jogadores brasileiros da atualidade, já usou algumas vezes: O que vai ser melhor/mais saudável pra uma pessoa: ir na academia todos os dias e fazer 45min-1h de exercícios, ou ir toda sexta feira e fazer 8 horas de academia? O que faz mais sentido? O que vai gerar mais resultado? Assim funciona com o poker. Imagine a evolução que você vai gerar ao longo de um ano se você estuda todos os dias 1h-1,5h. Pense no salto que o seu jogo vai dar, ao longo de 2, 3, 4 anos.

VEJA MAIS: QG Akkari Team: “A psicologia no poker”, por Marcus Costa

Nosso cérebro tem um limite para o tanto de informação que ele consegue absorver num dia, e é bem menor do que um período de 8 horas de estudo. E isso não se aplica só ao estudo, imagine que você tem uma meta de um número x de jogos que quer fazer num mês, o que vai fazer mais sentido: grindar 4-5 dias na semana e fazer um número saudável de torneios ou jogar só sábado e domingo e tentar fazer 100 torneios por dia? Vejam como essa ideia pode ser aplicada em várias outras áreas do game.

A lição que eu pretendo deixar é que para se tornar bom mesmo em algo e fazer com excelência, vai levar tempo, um pouco mais pra uns, um pouco menos pra outros, mas com trabalho, dedicação e constância, não tem escape. Então meus caros leitores, por mais clichê que possa ser encerrar o artigo dessa maneira, eu termino dizendo: foquem no processo e confiem nele, sentem a bunda na cadeira e trabalhem.

Gabriel Tosta tem 21 anos e é jogador profissional de poker desde fevereiro de 2017. Em 2018, foi campeão de um dos eventos do WCOOP.

DÊ CALL NO SUPERPOKER!

Turbine seu jogo, receba conteúdos exclusivos,
análise de mãos, chamadas para aulas ao vivo e promoções gratuitas.

    Você concorda com os termos de uso do SuperPoker, que utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação e armazena os seus dados acima solicitados sem finalidade comercial apenas para comunicação direta com você e acesso aos serviços do SuperPoker. Você pode solicitar a remoção dos seus dados pessoais do SuperPoker a qualquer momento.