COMPARTILHAR
Marcos André campeão do Main Event do CPH
Marcos André campeão do Main Event do CPH

Marcos André já era um nome conhecido na capital paulista. Em 2017, o jogador ganhou notoriedade após ser Campeão Paulista de Poker em uma temporada marcada pela regularidade.

Nas primeiras horas desta terça-feira (2), o jogador entrou para o seleto grupo de campeões do Main Event do CPH. Marcos virou o confronto contra Edilson Nascimento, conquistou o título do torneio e faturou o prêmio de R$ 105.000, após um acordo no heads-up. Após a vitória, o jogador deu entrevista a Mirelle Moschella e projetou a sequência da temporada. “Estou sem palavras. Agora com esse título vou tentar buscar o título do ranking novamente”.

VEJA MAIS: H2 Club São Paulo divulga cronograma da penúltima etapa do CPH com R$ 1 milhão garantido

Marcos iniciou o Dia Final na liderança em fichas, mas “Dill” começou a decisão de forma arrasadora e logo possuía a maior pilha. Já o chip leader do começo da mesa final tomou o caminho oposto: perdendo potes em sequência, o campeão paulista de 2017 caiu para uma das menores pilhas do torneio.

A situação de Marcos começou a mudar no 6-handed. Após conseguir uma dobra contra Dill, logo na sequência quebrou KK de Flávio Costa. Além de eliminar o adversário, o jogador voltou a figurar entre as principais pilhas da reta final.

Mesa final do Main Event do CPH
Mesa final do Main Event do CPH

Com a eliminação de Marco Aurélio “Salsicha” e Lucas Artusi, na quinta e quarta colocações, respectivamente, em apenas dez minutos, o 3-handed foi formado. Apesar de Dill e Marco possuírem ampla vantagem para Marcelo Fuschini, o jogo deu uma travada e o próximo eliminado foi conhecido após mais de uma hora e meia.

Apesar de conseguir duas dobras, Fuschini não conseguiu evitar e foi o primeiro eliminado do pódio. O heads-up foi iniciado com pequena vantagem para Edilson, que conseguiu alavancar a superioridade.

VEJA MAIS: Edilson Nascimento gasta quatro cartões de time bank e acerta hero call contra Norson Saho no CPH

Mas após um all in pré-flop, em que Marco possuía A9 contra J9, o board não trouxe surpresas e short não só dobrou, como abriu uma grande vantagem. Apesar de possuir cerca de 25% das fichas dos adversários, Edilson não abdicou da vitória e foi buscar o enorme cenário adverso e retomou a liderança.

Mas a alegria de Dill não durou muito. Os finalistas voltaram a se envolver em all in pré-flop e, novamente, Marcos saiu vitorioso e abriu enorme vantagem. Diferente da primeira oportunidade, o jogador administrou a superioridade e confirmou o título após mais de duas horas de heads-up. Com o vice-campeonato, Edilson ficou com R$ 85.000 pela performance. O campeão comentou o altos e baixos do duelo. “Foi demais, estou sem palavras. O adversário era um jogador bem agressivo, foi bem difícil de jogar”.

Pódio do Main Event do CPH
Pódio do Main Event do CPH

Confira a classificação da mesa final:

1º – Marcos André – R$ 105.000*

2º – Edilson Nascimento – R$ 85.000*

3º – Marcelo Fuschini – R$ 50.000

4º – Lucas Artusi – R$ 38.000

5º – Marco Aurélio “Salsicha” – R$ 29.000

6º – Flávio Costa – R$ 21.500

7º – Daniel Aziz – R$ 16.000

8º – Roberson Carmo – R$ 12.500

Ainda não possui conta no Bodog? Então clique aqui e veja como abrir a sua!

DÊ CALL NO SUPERPOKER!

Turbine seu jogo, receba conteúdos exclusivos,
análise de mãos, chamadas para aulas ao vivo e promoções gratuitas.