COMPARTILHAR
Brent Carter foi acusado de crime federal
Brent Carter foi acusado de crime federal (foto: WSOP)

O dono de dois braceletes da WSOP Brent Carter foi alvo de operação da polícia americana após ser acusado de enviar pó repetidas vezes à Comissão de Jogos do Estado de New York. Ele foi conduzido pelas autoridades na última semana.

VEJA MAIS: Você concorda? Site de apostas define odds para duelo entre Negreanu e Hellmuth

A investigação liderada pelo FBI (Polícia Federal Americana) aponta que Carter, de 72 anos, guarda um rancor da Comissão desde 1976. Na época, ele teve a licença para competir em corrida de cavalos cassada sob alegações de trapaças. Um tempo depois, Carter recebeu a licença de volta, mas continuou com remorsos. As informações são da força-tarefa que investigou o caso.

Os detetives concluíram que Brent Carter enviou envelopes com substâncias suspeitas em pó quatro vezes entre abril de 2019 e janeiro de 2021. No entanto, o conteúdo era açúcar, gesso, alpiste e talco, respectivamente. Antes da última correspondência, investigadores já haviam entrevistado Carter, que havia dado respostas confusas sobre o caso. Ao ouvir que as substâncias eram tratadas como materias perigosos, o jogador respondeu que a Comissão “foi um material perigoso para a vida dele”.

VEJA MAIS: Wiktor Malinowski aceita desafio e devolve provocação de Holz: “Cuidado com o que deseja”

Quando avisado que os envelopes se tratavam de um crime federal, Carter disse que não imaginou isso. “Acho que eu nem cheguei a pensar nisso, mas quando eu enviei coisas, seja lixo, sucata ou o que for, acredito que mandei para me vingar ou tentar desacelerar o pensamento deles”, declarou.

Antes dos quatro envelopes, Carter havia feito ameaças pesadas através de mensagens de voz à Comissão, inclusive citando o massacre de Las Vegas de 2017, no qual um atirador matou 60 pessoas e feriu mais 411. “Bom, parece que o atirador de Las Vegas sentiu falta de vocês”, afirmou ele. “Enquanto você estiver indisponível, você deve estar permanentemente indisponível”, completou.

VEJA MAIS: Empresário do Texas conquista US$ 3,4 milhões em aposta no Super Bowl LV

Ao ser acusado de produzir informações falsas e boatos, Carter se declarou inocente e foi liberado com algumas condições. Se condenado, o jogador pode pegar cinco anos de prisão. Brent Carter foi campeão do Evento #15 ($1.500 NLH) da WSOP 1991 para US$ 156.800, além do Evento #18 ($1.500 Limit Omaha) da WSOP 1994, quando puxou US$ 83.400.

Confira o último episódio do Pokercast:

DÊ CALL NO SUPERPOKER!

Turbine seu jogo, receba conteúdos exclusivos,
análise de mãos, chamadas para aulas ao vivo e promoções gratuitas.

    Você concorda com os termos de uso do SuperPoker, que utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação e armazena os seus dados acima solicitados sem finalidade comercial apenas para comunicação direta com você e acesso aos serviços do SuperPoker. Você pode solicitar a remoção dos seus dados pessoais do SuperPoker a qualquer momento.