COMPARTILHAR
Mike McDonald tinha uma pequena fortuna em bitcoin
Mike McDonald tinha uma pequena fortuna em bitcoin

Mike McDonald é mais um jogador de poker que sofreu uma “bad beat” relacionada a bitcoin, assim como Kevin Martin. Segundo o “Timex”, o hackeamento de uma plataforma de criptomoedas trouxe um prejuízo que chega a quase US$ 1,2 milhão.

VEJA MAIS: Absurdo! Doug Polk dá “fold favorito da carreira” em spot insano contra Phil Hellmuth

A história foi compartilhada pelo canadense em seu Twitter. “Estou curioso – existem muitas pessoas que entraram no Bitcoin cedo e perderam/foram roubados, mas voltaram e começaram a comprara de novo?”, escreveu o jogador. “Essa foi minha aventura com bitcoin, mas não ouvi muitas pessoas com histórias similares”.

Na sequência, respondendo ao comentário de um seguidor, “Timex” deu mais detalhes sobre o caso. “Eu comprei 25 BTC a US$ 800 cada no começo de 2014 (acredito que foi depois do pico e não antes. Coloquei-os na cryptsy (plataforma de criptomoedas) e eles foram roubados no hackeamento. Não prestei atenção nas criptomoedas por alguns anos, mas voltei no fim de 2016”.

VEJA MAIS: Polícia da Holanda confisca € 33 mil e faz prisão em jogo ilegal de poker

Se na época McDonald pagou US$ 20 mil pelos seus 25 BTCs, hoje o valor ultrapassaria os sete dígitos. Até a publicação desta matéria, cada moeda está avaliada em US$ 47.600, ou seja, o prejuízo do canadense pela perda já chega a quase US$ 1,2 milhão.

Confira o último episódio do Pokercast:

DÊ CALL NO SUPERPOKER!

Turbine seu jogo, receba conteúdos exclusivos,
análise de mãos, chamadas para aulas ao vivo e promoções gratuitas.

    Você concorda com os termos de uso do SuperPoker, que utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação e armazena os seus dados acima solicitados sem finalidade comercial apenas para comunicação direta com você e acesso aos serviços do SuperPoker. Você pode solicitar a remoção dos seus dados pessoais do SuperPoker a qualquer momento.