COMPARTILHAR
"Chacal" abriu o jogo sobre o poker de hoje em dia

Marco Cheida, o “Chacal”, foi o convidado do Pokercast 171. Na conversa com Guilherme Kalil e Marcelo Lanza, um dos mais experientes jogadores do cenário nacional revelou sua visão sobre o poker de hoje em dia. Segundo ele, o jogo está cada vez mais agressivo.

VEJA MAIS: Yuri Martins quebra mais um recorde brasileiro no poker online

“O que eu vou falar, muita gente não vai gostar de ouvir”, começou “Chacal”. “Acho que jogador de poker sempre tem que saber a parte técnica, a parte matemática, mas também tem que ter intuição”, disse. “Quando o jogo é ao vivo, tem que se jogar jogador, não cartas”.

Ele também traçou um paralelo para exemplificar a mudança ao longo do tempo. “Antes você dava um 3x, 2,5x, só entrava no jogo quem tinha carta”, declarou Cheida. “Hoje você dá 3x, o cara dá raise, o outro dá reraise, e na hora do showdown, é difícil ver alguma coisa bonita”, complementou. “Atualmente, a sorte está imperando muito”.

VEJA MAIS: Conheça Casey Kastle, o maior “andarilho” da história do poker mundial

Para “Chacal”, a tecnologia tem muito a ver com essa situação. “A mídia hoje traz todas as jogadas de todo mundo (…) Era mais difícil você ter acesso a jogadas, a fóruns”, disse ele. “O que eu vejo hoje é que se você ter calma, ter malandragem, você consegue extrair muita ficha”.

Confira a pílula do Pokercast com Marcos “Chacal” Cheida:

DÊ CALL NO SUPERPOKER!

Turbine seu jogo, receba conteúdos exclusivos,
análise de mãos, chamadas para aulas ao vivo e promoções gratuitas.

    Você concorda com os termos de uso do SuperPoker, que utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação e armazena os seus dados acima solicitados sem finalidade comercial apenas para comunicação direta com você e acesso aos serviços do SuperPoker. Você pode solicitar a remoção dos seus dados pessoais do SuperPoker a qualquer momento.