COMPARTILHAR
Vitão contou detalhes dos dez anos de
Vitão contou detalhes dos dez anos de "Piorão"

Victor Marques, o Vitão, foi o convidado de Guilherme Kalil e Marcelo Lanza no Pokercast 176. O narrador do SuperPoker e apresentador do “As Piores da Semana” falou, entre outros assuntos, do programa que faz parte de sua vida há dez anos.

VEJA MAIS: Broca no river ou risada dos amigos: o que é pior? Assista

“O Piorão é um filho meu”, disse Vitão. Ele falou sobre as origens da atração, e como a temporada de 2020 foi prejudicada por causa da pandemia de Covid-19. “Não podia sair para gravar, isso era ponto pacífico”, falou. “A gente ficou num impasse muito grande de fazer o programa em casa porque tinha uma questão de cenário, de luz, de tudo (…) Se a gente for ficar esperando ficar igual que no estúdio, não vai sair nunca o programa”, revelou o narrador.

Em 2021, o “Piorão” foi remodelado. “Melhorou muito o programa, a linguagem dele”, afirmou Vitão. Ele contou como a essência do projeto se preserva. “É um processo muito divertido, de tratar as bad beats como algo engraçado. É uma coisa que a pessoa sofreu ali na hora, mas não é um sofrimento de uma morte”, falou.

VEJA MAIS: Italiano comemora call, mas se espanta com showdown em cooler

Ele ainda expressou todo o seu orgulho pelo programa, que começou em 2012, no ano do título de André Akkari na WSOP. “A gente acompanhou as mudanças no poker, mas o que não muda é você tomar bad beat”, explicou.

Confira a pílula do Pokercast com Victor Marques: