COMPARTILHAR

André Akkari dispensa comentários. O grande embaixador do poker brasileiro construiu uma carreira incrível ao longo do tempo e se tornou referência entre os jogadores, além de ser um espelho para iniciantes. Porém, o currículo dele tinha uma curiosidade. O Team Pro do PokerStars nunca havia ganhado nenhum título do BSOP, o maior circuito brasileiro. Esse cenário acaba de mudar nesta edição do Millions.

Depois de passar gigante para o Dia Final do 8-Game Mix, o craque fez valer a dominância para chegar na mesa final. Depois disso, mostrou que está afiado nos jogos mais difíceis dessa modalidade para, enfim, soltar o grito de campeão que estava entalado na garganta. Vale lembrar que Akkari começou a jogar o circuito a partir de 2012.

“Legal demais, estou super feliz mesmo”, disse o campeão. “Quando eu vou para Las Vegas eu jogo direto esses outros jogos, tento estudar, tento me dedicar. Quando eu chego lá fora tem cara muito bom jogando essa parada e é difícil de se sobressair, mas mesmo assim eu tenho mesa final e reta de vários desses. Continuei me dedicando e graças a Deus deu certo”, completou o craque.

O 8-Game Mix contou com um field de 111 entradas, um número expressivo para um torneio com modalidades que ainda “engatinham” no país. Pelo título, André Akkari acrescentou R$ 32.820 para o bankroll. O craque também lembrou da reta final do Dia 1, que fez com que ele passasse disparado na liderança.

“Me dei bem no final. Quando faltavam dois blinds para o final do Dia 1 eu comecei a runnar demais, acertar muito jogo, e eles acertavam também e eu acertava jogo maior. Não me lembro de ter cometido nenhum erro grande em potes decisivos e acabei passando grande”, contou Akkari.

O que deixa o título do Team Pro ainda mais especial foram os adversários da mesa final. Akkari teve companhias de altíssimo nível, como Rogério Siqueira, Matheus Schell, Rodrigo Garrido e Abraão de Santana. Ele ainda precisou suar a camisa para virar o heads-up contra o jogador Pedro Marte.

“Foi difícil (o heads-up). Eu acho que tem alguns jogos que ele dá muito trabalho, em outros ele mesmo falava que queria fugir, que foi até o que eu ganhei, o 2-7. Os jogos que eu achava que era o edge era parecido, eu segurava, deixava rolar, para vir para o Stud e o 2-7, onde eu achava que tinha mais vantagem. Essa tática deu certo”, explicou Akkari.

Com o troféu de primeiro lugar assegurado na estante, o craque torce para que a maré boa continue ainda nessa edição do Millions: “Tomara que abra a porteira logo nesse BSOP, tomara que venha o Main Event. Não quero nem pensar no High Roller ainda, já estou no Dia 2, espero que dê certo lá”, finalizou.

O 8-Game Mix do BSOP Millions 2017 sempre será lembrado de forma especial, pois finalmente colocou o grande nome do poker brasileiro na rica história do circuito.

Confira a premiação final do 8-Game:

1a R$ 32.820,00 ANDRE AKKARI Brasil
2a R$ 21.970,00 PEDRO MARTE NASCIMENTO DIAS Brasil
3a R$ 15.990,00 ABRAAO DE SANTANA Brasil
4a R$ 12.510,00 RODRIGO GARRIDO PORTALEONI Brasil
5a R$ 10.010,00 GREGOR CARVALHO DE ARAGAO BALDIN Brasil
6a R$ 7.650,00 MATHEUS SCHELL ALMEIDA Brasil
7a R$ 5.980,00 MARCOS ROGERIO DE SIQUEIRA Brasil
8a R$ 4.450,00 ROBERTO BORDOLLI ROBELLA Uruguai