COMPARTILHAR
Robson Rodrigues - BSOP Curitiba
Robson Rodrigues - BSOP Curitiba

Robson Rodrigues possui um título de Main Event do BSOP no currículo, mas não é muito conhecido no cenário do poker brasileiro. Isso porque, após sua vitória, que aconteceu no BSOP Curitiba de 2009, Robson não se manteve rodando o circuito.

Tudo mudou com a chegada do BSOP100. Convidado para participar do Torneio dos Campeões, “Bob” fez bonito e conquistou a segunda colocação, perdendo no heads-up para Kelvin Kerber. Sentir de novo o gosto de ir longe em um torneio da série foi o suficiente para que ele retomasse o gosto pelo jogo.

Robson Rodrigues - Torneio dos Campeões - BSOP100 Foz do Iguaçu
Robson Rodrigues – Torneio dos Campeões – BSOP100 Foz do Iguaçu

Neste BSOP Curitiba, Bob já está se dando bem. Ele conquistou a vaga para o Main Event em um satélite da Liga Curitibana e se classificou para o Dia 2 com um dos maiores stacks. Em um dos breaks do evento, ele conversou com o SuperPoker. Confira.

Após algum tempo distante, você jogou o BSOP100 e agora está aqui em Curitiba. O resultado em Foz do Iguaçu te trouxe de volta o amor pelo jogo?

Foi bem bacana isso, porque acendeu a chama de volta. Eu voltei a jogar essa semana, ganhei um torneio entre amigos, daí fui jogar na Liga Curitibana e ganhei a vaga no Main Event. Joguei o torneio de boas-vindas, entrei no dinheiro, fiquei em 37º e já deu uma esquentadinha, agora passei quase chip leader no Dia 1C e estou com 300.000 fichas, 200 blinds mais ou menos. Então acendeu a chama, vamos brincar, se divertir e colocar o coração na mesa.

Jogar em casa ajuda?

Ajuda, você vê muitos amigos, muita gente que você já conhece o jogo, isso facilita um pouco. Jogadores novos a gente tem que ir com mais paciência, mas é um aprendizado, sempre um aprendizado, muito legal.

Robson Rodrigues - Torneio dos Campeões - BSOP100 Foz do Iguaçu
Robson Rodrigues – Torneio dos Campeões – BSOP100 Foz do Iguaçu

Curitiba é um dos grandes pólos do poker no Brasil, por que isso acontece?

Eu acho que o clima ajuda muito, o frio. É um jogo caseiro, Curitiba não tem praia, ou é bar ou é jogo e, às vezes, os dois juntos, um churrasquinho, então acho que o clima ajuda também. E o pessoal troca muita técnica, muita conversa, ensinamento, isso ajuda bastante.

Estando com um dos maiores stacks, você sonha com o bicampeonato do BSOP?

Eu penso um passo de cada vez. O objetivo é chegar In the Money, depois tentar chegar próximo da mesa final e ir avaliando, por etapas, construindo o caminho devagarzinho.

O SuperPoker transmitirá ao vivo os dois últimos dias do Main Event do BSOP Curitiba. Tanto na segunda quanto na terça-feira, a transmissão terá início às 14h com a melhor equipe de comentaristas do Brasil.