COMPARTILHAR
Alexandre Mantovani - BSOP Curitiba
Alexandre Mantovani - BSOP Curitiba

O ano de 2017 será sempre lembrado com carinho por Alexandre Mantovani, um dos craques nas mesas do BSOP Curitiba. Jogando no PokerStars sob o nick “Cavalito”, ele ficou em quarto lugar no Main Event do WCOOP (World Championship of Online Poker), faturando US$ 612.997, quase R$ 2 milhões.

Tendo conquistado seu big hit online, Alexandre quer agora buscar a glória com um resultado expressivo também no live. Não poderia haver palco melhor do que Curitiba, cidade onde o pernambucano mora desde seus quatro anos.

Quase um mês após sua maior conquista, ele contou ao SuperPoker que já consegue enxergar a grandiosidade de seu feito. Além disso, explicou porque está se alimentando muito melhor nesta etapa do que durante o ano. Confira.

Alexandre Mantovani - BSOP Curitiba
Alexandre Mantovani – BSOP Curitiba

Na entrevista que fizemos com você após a vitória, você disse que a ficha ainda não tinha caído. E agora, já caiu?

Já caiu a ficha. É uma coisa muito surreal, sabe? Mas aos poucos a gente vai assimilando e vê que nada mudou na verdade. É um excelente resultado, um dinheiro que muda a vida da pessoa, mas no fundo nada mudou, eu tento continuar sendo a mesma pessoa e o mesmo jogador.

O resultado foi um dos motivos para sua presença no BSOP Curitiba?

Sim, um dos meus objetivos é ter um bom resultado live, ainda não tive nenhum resultado expressivo. E ainda eu moro aqui em Curitiba, minha mãe mora a cinco quadras do torneio, então tenho que prestigiar, torneio em casa e tal.

Estar em casa, comendo a comida da sua mãe, ajuda?

Fica bem mais fácil né? Passei esse último ano comendo ovo e abacate (risos), agora é comer comida da mãe, é justo.

Para vocês acostumados a jogar muitas mesas ao mesmo tempo, como é aguentar jogar apenas uma?

No online, eu já diminuí bastante meu número de mesas, recentemente tenho jogado oito ou nove mesas, no máximo, mas no live é complicado. Eu estava até falando para o cara na minha esquerda que tinha uma mão que estava rolando um pote gigantesco e eu estava “viajando”. Eu não fico mexendo no celular nem nada, deixo no modo avião, mas é difícil manter a concentração em uma só mesa, mas é algo que a gente aprende também.

Alexandre Mantovani - BSOP Curitiba
Alexandre Mantovani – BSOP Curitiba

Como o field do Main Event do WCOOP se compara com o do BSOP Curitiba?

O WCOOP Main Event tem a nata do poker, mas Curitiba é uma cidade muito forte, possivelmente a melhor cidade do poker no brasil, pelo menos online. Você olha top 10 jogadores brasileiros, no mínimo uns três estão em Curitiba, então o field aqui é forte, mas claro que o field do WCOOP Main Event é mais pesado.

Veremos você mais presente no circuito daqui pra frente, começando no BSOP Millions?

Com certeza, no Millions eu vou. Ano que vem, preciso fazer um planejamento, mas vou com certeza para Vegas e estou só decidindo como vai ser. Vamos ver como serão os resultados, se eu for bem aqui acho que vou pro Uruguai também.