COMPARTILHAR
Campeões de BSOP em Foz do Iguaçu
Campeões de BSOP em Foz do Iguaçu

Faltam apenas 10 dias para o começo do BSOP100 e a expectativa já toma conta do cenário do poker nacional. A centésima etapa da história da série desembarca em Foz do Iguaçu, local em que já foram realizadas outras quatro etapas do BSOP.

Relembre quem já fez bonito e saiu com o título do BSOP na cidade da tríplice fronteira entre Brasil, Paraguai e Argentina.

2011 – Rafael Caiaffa

Rafael Caiaffa - BSOP100
Rafael Caiaffa – BSOP100

Em setembro de 2011, Foz recebeu a 6ª etapa do BSOP daquela temporada, que contou com 368 jogadores no evento principal.

A etapa recebeu uma das mesas finais mais duras daquele ano, com nomes como Eduardo Sequela, Carlos Mavca e Luciano Ferreira. Rafael Caiaffa, que começou a final table com apenas 10 big blinds, derrotou Fernando Grow no heads-up, ficando com o título de campeão e R$ 128.000 em prêmio.

2013 – Rafael Oliveira

Rafael Oliveira - BSOP100
Rafael Oliveira – BSOP100

Depois de 2 anos, Foz voltou a sediar uma etapa do BSOP, mais precisamente a 2ª etapa de 2013. Rafael Ferreira Oliveira chegou à díficil mesa final com vários jogadores tarimbados, como Éder Ferronato, Sergio Braga e Ariel Bahia.

Seus oponentes foram caindo um a um, até Rafael chegar ao heads-up, derrotar Sérgio Braga e escrever seu nome definitivamente na história do BSOP.

2014 – Igianne Bertoldi

Igianne Bertoldi - BSOP100
Igianne Bertoldi – BSOP100

Em toda a história do BSOP, apenas duas mulheres conquistaram o troféu de campeã do Main Event. Uma delas foi a catarinense Igianne Bertoldi, em março de 2014, em Foz de Iguaçu.

Por coincidência, Igianne derrotou Guilherme Chiodi no heads-up com um par de damas e levou R$ 178.275 para casa.

2016 – Rafael Pandolfo

Rafael Pandolfo - BSOP100
Rafael Pandolfo – BSOP100

Na 2ª etapa de 2016, Foz do Iguaçu recebeu o BSOP e surpreendeu mais uma vez, com 932 entradas no Main Event, gerando um prize pool de R$ 2.082.360.

Em uma etapa com muitos jogadores estrangeiros, prevaleceu a habilidade do brasileiro Rafael Pandolfo, que, após derrotar o paraguaio Miguel Dolsa no heads-up, levou para casa R$ 351.000,00, um lindo bracelete e o troféu de campeão.

Quem será o próximo a marcar seu nome na história do BSOP e conquistar a forra em Foz do Iguaçu? No dia 5 de setembro, a resposta será conhecida.

DÊ CALL NO SUPERPOKER!

Turbine seu jogo, receba conteúdos exclusivos,
análise de mãos, chamadas para aulas ao vivo e promoções gratuitas.

Concordo com os termos de uso e privacidade do SuperPoker, que declara não repassar os dados a outras empresas.