COMPARTILHAR
Back to Vegas: Daniel Negreanu vs Joe McKeehen
Back to Vegas: Daniel Negreanu vs Joe McKeehen

A série Back to Vegas traz, hoje, uma história marcante da WSOP (World Series of Poker), a Copa do Mundo de Poker, realizada desde 1970 em Las Vegas. Nas edições anteriores, relembramos o primeiro bracelete de Phil Hellmuth e a queda de Phil Ivey contra Chris Moneymaker em 2003. Na edição de 2015, o canadense Daniel Negreanu, um dos principais jogadores da história, também chegou muito perto da mesa final do Main Event, mas acabou caindo na 11ª colocação.

Negreanu é o terceiro maior jogador em premiações live, segundo o site HendonMob. Ele já acumula um gigantesco total de US$ 42.053.305, sendo superado apenas pelos americanos Justin Bonomo e Bryn Kenney. No salão do Rio All-Suite Hotel & Casino em 15 de julho de 2015, restavam 11 jogadores na briga do evento principal da WSOP, e o canadense era um deles.

Clique aqui para conhecer o SuperPoker Team Pro

Os blinds estavam em 200.000/400.000. O americano Joe McKeehen, no botão, aumentou a aposta inicial para 800.000 fichas, e Negreanu deu call no big blind. O flop foi AKT com duas cartas de ouros, e o canadense deu check. McKeehen c-betou 700.000, recebendo o all in de “Real Kid” como resposta. O americano pagou a aposta de 5.825.000 fichas.

Negreanu abriu A4o, e McKeehen revelou J3 de ouros. O canadense estava na frente naquele momento, com um par de A, mas o americano estava em flush draw e na broca da Q. A situação ficou mais preocupante para Negreanu quando o 3 de copas apareceu no turn, dando mais outs para o vilão.

VEJA MAIS: Back to Vegas: Phil Hellmuth impediu tricampeonato para iniciar trajetória de recordes

A fera canadense ficou decepcionada após uma Q completar o board e sacramentar sua eliminação. Ele deitou no chão e colocou as mãos sobre o rosto, lamentando o momento. O pote ficou para McKeehen que, mais tarde, se sagrou campeão do Main Event. Negreanu levou US$ 526.000 pela campanha.

No último Main Event da WSOP, há quase um ano, o craque caiu no Dia 2AB em um all in contra Meddi Ferrah. Foi o segundo ano seguido em que ele foi eliminado na competição segurando JJ na mão derradeira. Em 2018, foi contra o italiano Alessio Isaia.

DÊ CALL NO SUPERPOKER!

Turbine seu jogo, receba conteúdos exclusivos,
análise de mãos, chamadas para aulas ao vivo e promoções gratuitas.

Concordo com os termos de uso e privacidade do SuperPoker, que declara não repassar os dados a outras empresas.