COMPARTILHAR
Back to Vegas: James Obst
Back to Vegas: James Obst

O dia 7 do Main Event da WSOP 2016 teve uma mão marcante para muitos que testemunharam aquele momento. O episódio de hoje do Back to Vegas relembra quando o australiano James Obst fez a leitura correta das cartas do americano Michael Ruane e foldou um full house para evitar um estrago maior.

Os blinds estavam em 100.000/200.000 e restavam 25 jogadores. O espanhol Fernando Pons aumentou a aposta inicial para 450.000 segurando KQs no UTG. Ruane, no botão, deu call com 98 de paus, assim como Obst, que possuía 77 no small blind. O vietnamita Qui Nguyen também pagou a aposta, com 96o no big blind.

VEJA MAIS: Aos 70 anos, Ron McMillen crava Evento #9 da WSOP Online em estreia nas mesas virtuais

O flop apresentou QJ7, sendo J e 7 de paus. Obst, na frente da mão com a trinca, começou a rodada de ação dando check. Nguyen também passou a vez, e Pons, com o top pair e K kicker, apostou 625.000. Ruane, em straight flush draw, aumentou para 2.025.000.

Obst optou por mais um raise, para 5.300.000 fichas. Nguyen e Pons rapidamente foldaram, e a ação voltou para Ruane. O americano deu call, torcendo por um T de paus. E foi exatamente essa carta que apareceu no turn.

Drawing dead na mão, o australiano começou outra vez com check. Com um straight flush, Ruane apostou 3.750.000. Obst pagou, e ambos viram um outro T completar o board.

VEJA MAIS: Isaac Haxton desbanca reta final estrelada e vence Super MILLION$ US$ 10.000 no Natural8

O australiano, naquele momento, tinha um full house de 7 com T, mas que não adiantava em nada. Ele optou por apostar 4.700.000, e o americano não pensou muito para shovar 12.480.000 fichas segurando o nuts.

Com 11.600.000 para trás, Obst imediatamente pediu para que o dealer contasse o total de fichas colocadas em jogo. Ele tinha que decidir entre o call de 7.780.000 ou o fold, com um pote que já somava 37.945.000.

Enquanto pensava sobre qual decisão tomar, o australiano compartilhou sua leitura da mão. “Parece que você tem um straight flush”, disse ele a Ruane, que seguiu sem expressar emoções. “Ou você é o melhor ator do mundo”.

Obst foldou o full house, acertando a decisão. Ruane puxou o pote absurdo de praticamente 190 big blinds e se tornou chip leader do Main Event da WSOP naquele momento. O americano acabou em quarto lugar naquela edição da WSOP (US$ 2.576.003), enquanto o australiano caiu na 13ª colocação (US$ 427.930).

Clique aqui para baixar o Natural8 e começar a jogar!

Relembre os episódios anteriores da série:

Back to Vegas: Natasha Mercier cai em 3-handed e é surpreendida por Jason Mercier

Back to Vegas: bracelete de André Akkari completou nove anos; relembre a conquista

Back to Vegas: Primeiro bracelete de Phil Ivey foi conquistado em heads-up contra lenda do poker

Back to Vegas: Vitória de Alexandre Gomes contou com runner runner e bad beat milagrosos

Back to Vegas: Último bracelete de Daniel Negreanu teve brasileiro sendo derrotado no heads-up

Back to Vegas: Decisão do Poker Players Championship contou com uma das piores bad beats da história

Back to Vegas: Bolha da mesa final do Main Event de 2018 estoura após cooler absurdo; tinha fold?

Back to Vegas: Jason Mercier tem semana incrível e quase fatura aposta milionária na WSOP 2016

Back to Vegas: Igor Kurganov e Liv Boeree conquistam bracelete da WSOP em campanha conjunta

Back to Vegas: gafe da WSOP marca título de Jogador do Ano para Robert Campbell

Back to Vegas: Matt Affleck e um dos rivers mais sofridos da história da WSOP

Back to Vegas: Daniel Negreanu cai quase na bolha da mesa final do Main Event da WSOP 2015

Back to Vegas: Greg Merson conquista uma das melhores performances da história da WSOP

Back to Vegas: Phil Hellmuth impediu tricampeonato para iniciar trajetória de recordes

Back to Vegas: Phil Ivey e Chris Moneymaker se encontraram em cooler histórico no Main Event da WSOP

DÊ CALL NO SUPERPOKER!

Turbine seu jogo, receba conteúdos exclusivos,
análise de mãos, chamadas para aulas ao vivo e promoções gratuitas.

Concordo com os termos de uso e privacidade do SuperPoker, que declara não repassar os dados a outras empresas.