COMPARTILHAR
Samuel Resende - SuperPoker Team Pro

Além dos prêmios em torneios e se tornar o primeiro jogador patrocinado da história do maior portal de poker da América Latina, o SuperPoker Team Pro tem outro diferencial: as lives ao vivo com convidados e membros da equipe. A transmissão recebe centenas de pessoas que estão jogando e que querem se divertir durante a disputa ou apenas amantes do esporte da mente que gostam da boa falinha.

Foi o papo descontraído das transmissões que levou Samuel Resende a ingressar na disputa. “Iniciei jogando mais pela premiação do torneio e pela resenha nas lives, praticamente não tinha costume de jogar nas plataformas. No primeiro evento fiquei mais no ‘o importante é competir’”, contou.

Clique aqui para conhecer o SuperPoker Team Pro

A estreia não foi muito boa e o recreativo de Minas Gerais acabou perdendo o segundo torneio. Foi no terceiro evento, em uma mão contra um dos maiores comunicadores do poker mundial, que Samuel mudou a perspectiva da disputa. “Fui o responsável pela eliminação do Vitão [Victor Marques] em uma bad beat de forma cruel e ele eternizou a frase ‘não Brasil, não’”.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por SuperPoker (@gruposuperpoker) em

O mineiro fez bom uso das fichas do narrador, chegando ao vice-campeonato do terceiro torneio. “Desse torneio em diante participei de todos, o que fez muita diferença, já que classifiquei em 6º e o 10º ficou a apenas 15 pontos de diferença”.

VEJA MAIS: Terceira etapa de junho do SuperPoker Team Pro terá transmissão ao vivo com Vitão e Sequela

Samuel falou do sentimento de estar entre os classificados para a Semifinal Online do SuperPoker Team Pro. “Inicialmente veio a sensação de gratificação e até de recompensa por tanto tempo dedicado ao poker. Logo em seguida, veio o de responsabilidade, já que sendo um dos 40 jogadores representantes na semifinal online sei que os olhos estarão voltados para essas mesas no dia 2 de setembro e quero fazer bonito”.

Apesar de recreativo, o jogador falou que já investiu muito para melhorar o conhecimento técnico no poker e também contou da disponibilidade para jogar. “Em 2018 fiz o curso online do André Akkari e no início deste ano entrei na turma do Thiago Decano e estamos na luta.  Em relação ao tempo que uso para dedicar ao poker, é variável, depende muito de quanto trabalho tenho no escritório, isso durante a semana, pois no domingo o grind é sagrado. Depois do SuperPoker Team Pro, terça virou domingo (risos)”.

VEJA MAIS: Eduarda Schimieguel fala sobre classificação para a Semifinal Online do SuperPoker Team Pro: “Gratificante”

Apesar de já estar garantido na disputa, o jogador antecipou que vai continuar se registrando nos torneios do SuperPoker Team Pro visando aumentar o stack na Semifinal Online e mirou os próximos objetivos. “Além dos 30% no stack, o que seria uma vantagem enorme, tem também a premiação de cada torneio, já que nunca decepciona e sempre bate o garantido”.

“É a grande oportunidade de colocar seu nome no cenário poker nacional. Dê valor a cada ponto conquistado, pode ser ele que te colocará entre os dez no final”, encerrou o jogador.

Para participar do SuperPoker Team Pro, não esqueça de criar sua conta nos sites parceiros (BodogLiga Online H2 Brasil e partypoker). Para depositar, conte com a segurança e rapidez da Trust Fichas. Além disso, utilizando o Slot Poker Pro você pode organizar seu grind de maneira simples, facilitando a participação nos torneios. O desafio também conta com apoio da Copag, referência em materiais para o jogo, que presenteará os campeões e classificados para a Semifinal.

O que você está esperando para fazer parte do SuperPoker Team ProClique aqui para se inscrever!

DÊ CALL NO SUPERPOKER!

Turbine seu jogo, receba conteúdos exclusivos,
análise de mãos, chamadas para aulas ao vivo e promoções gratuitas.

Concordo com os termos de uso e privacidade do SuperPoker, que declara não repassar os dados a outras empresas.