COMPARTILHAR
Matthew Welch e Mateus Lessa
Matthew Welch e Mateus Lessa

De San Diego, Califórnia, do lado oeste dos Estados Unidos, vem mais uma notícia boa para o poker brasileiro. Mateus Lessa, o ‘Matu11’, ficou com o vice-campeonato no San Diego Classic. O torneio, que teve buy-in de US$ 250, registrou 823 entradas, gerando um prizepool de US$ 226.155, bem acima dos US$ 150.000 estimados.

A particularidade da prova ficou por conta da possibilidade de os jogadores entrarem diretamente no dia 2, pagando US$1.500. Foram 756 jogadores que entraram no dia inicial e mais 67 que aderiram à novidade e cortaram caminho, entre eles o próprio brasileiro.

VEJA MAIS: Com AA na bolha, situação sonho vira pesadelo runner runner para streamer; assista

O torneio foi vencido pelo jogador local Matthew Welch, que levou US$ 41.300 e o troféu. Welch foi o chip leader geral de todos os dias iniciais e manteve o ritmo até cravar o torneio. A Matu coube o prêmio de US$ 33.000 e a alegria de fazer bonito nos Estados Unidos, país que mora há cerca de um ano, onde joga cash game profissionalmente.

Mateus Lessa - Evento 21A - WSOP 2018
Mateus Lessa – Evento 21A – WSOP 2018

O craque celebrou o resultado: “Claro que é sempre muita alegria cravar um torneio, fazer um heads-up, principalmente ao vivo, mas com certeza foi o resultado mais sereno da minha carreira. Foi fruto absolutamente de um trabalho muito bem feito, com muita dedicação, amor e parcimônia em cada uma das decisões. Acho que o torneio reflete bem isso, a minha tentativa de manter esse planejamento na vida, manter o eixo, o foco, e seguir firme em busca dos meus sonhos e da evolução técnica, profissional e pessoal.”

Lessa também lembrou das dificuldades que passou na mesma época, no ano passado, quando perdeu seu pai e fez um emotivo discurso sobre o assunto no BSOP São Paulo, que abria a temporada de 2018. “Eu acredito muito que na vida não existem coincidências”, disse o profissional. “Superar a data de um ano é também reviver aquilo e ver o quão forte eu estou, mais conhecedor em relação à vida. Isso cria uma casca poderosa na gente para tudo, para ser mais resiliente, conseguir ter um discernimento maior, uma visão panorâmica melhor de cada situação. Eu me sinto melhor, mais preparado para a vida, e é claro que isso vai se refletir no poker, no que escolhi fazer da vida, é até natural que isso aconteça, mas claro que é motivo de muito orgulho.”

Mateus Lessa - BSOP SP
Mateus Lessa – BSOP SP

Além desse resultado, o ano nos Estados Unidos também rendeu a primeira participação de Matu na WSOP, incluindo no Main Event, e uma mesa final de WPT. Para o futuro, ele planeja jogar mais torneios na terra do Tio Sam, incluindo o 10K do Commerce Cassino, mas antes já avisou que vai comemorar o aniversário aqui no Brasil, rodeado de amigos. “É muito gostoso poder dar alegria e orgulho para as pessoas que me amam, me querem bem, e eu tenho muita sorte de serem muitas”, contou. “Claro que é impossível não lembrar do discurso no BSOP, toda a galera me olhando, se emocionaram com minhas palavras, e agora que podemos viver esse momento de emoção, isso vai dedicado a toda essa galera aí.”

 

 

DÊ CALL NO SUPERPOKER!

Turbine seu jogo, receba conteúdos exclusivos,
análise de mãos, chamadas para aulas ao vivo e promoções gratuitas.

Concordo com os termos de uso e privacidade do SuperPoker, que declara não repassar os dados a outras empresas.