COMPARTILHAR
Bryn Kenney - EPT Monte Carlo

Ao receber AA, o que o jogador mais espera é que o pote seja o maior possível, pois suas chances pré-flop são maiores que qualquer outo adversário em vencer a mão. Bryn Kenney viveu essa situação dos sonhos em um all in quádruplo no torneio mais caro da 50ª edição da WSOP, o US$ 100.000 High Roller.

VEJA MAIS: Brandon Adams lidera primeiro dia de disputa do US$ 100.000 High Roller da WSOP

Nos blinds 8.000/16.000, com big blind ante, Byron Kaverman deu raise para 32.000 fichas e Christoph Vogelsang pagou tendo 29.000. A ação chegou em Junichi Nakanowatari que 3-betou para 110.000 fichas e viu Kenney 4-betar para 260.000 do small blind.

A cobertura do SuperPoker na WSOP 2019 é um oferecimento do Bodog e conta com apoio do H2 Club e do BSOP.

BSOP Winter Millions acontecerá de 17 a 23 de julho, em São Paulo. São R$ 9 milhões garantidos em premiações, não fique de fora!

Kaverman foi all in com 328.000 fichas e recebeu call de ambos os jogadores, sendo Nakanowatari o maior stack. No showdown, o agressor inicial mostrou QQ, Vogelsang Q9s, o chip leader JJ e Kenney AA.

O que parecia ser um sonho, virou pesadelo logo no flop, um J apareceu, seguido por um 9 e 3. Um 2 no turn não mudou a situação, mas um A salvador, ajudou Kenney alavancar o stack no torneio.

A cobertura do SuperPoker na WSOP 2019 é um oferecimento do Bodog e conta com apoio do H2 Club e do BSOP.

BSOP Winter Millions acontecerá de 17 a 23 de julho, em São Paulo. São R$ 9 milhões garantidos em premiações, não fique de fora!