COMPARTILHAR
Marcelo Mesqueu - BSOP Curitiba
Marcelo Mesqueu - BSOP Curitiba

Além dos grandes prêmios e dos troféus de campeão, os eventos do BSOP Curitiba também trazem outra recompensa: pontos no ranking geral da série. Para a maioria dos jogadores, os pontos podem não importar tanto, mas para Marcelo Mesqueu, eles são o principal foco.

Campeão da primeira etapa da temporada, em Punta del Este, Mesqueu manteve uma regularidade impressionante durante o ano e chegou à penúltima etapa na liderança tanto do ranking geral, quanto de Omaha. Em Curitiba, o carioca quer manter a vantagem para a grande decisão, que acontecerá no BSOP Millions.

Mesqueu falou com o SuperPoker sobre a acirrada disputa pelo ranking e revelou que o cansaço não será um problema em sua trajetória.

Marcelo Mesqueu - BSOP Curitiba
Marcelo Mesqueu – BSOP Curitiba

Se não estivesse na briga pelo ranking, você estaria aqui em Curitiba?

Estaria aqui, com certeza. Eu gosto do joguinho, me realizo brincando no poker, no Omaha. Estaria de qualquer forma, mas estando na briga do ranking tinha que vir com certeza.

Disputar o ranking muda sua estratégia de jogo?

A estratégia permanece a mesma. Minha meta aqui é fazer uns 150, 200 pontos, porque é uma etapa pequena, e tentar levar essa vantagem para São Paulo, sabendo que lá é onde vai decidir tudo. A briga é boa, está todo mundo correndo atrás, então quero pelo menos fazer esses pontinhos.

Liderando também no Omaha, a modalidade ganha prioridade para você?

Com certeza, eu acho que no Omaha é que vem a diferença. Considero que vou muito bem na modalidade e pontuando no Omaha eu pontuo nos dois, então vim focado para jogar e vou dar o meu máximo.

Marcelo Mesqueu - BSOP100 Foz do Iguaçu (Créditos: Carlos Monti)
Marcelo Mesqueu – BSOP100 Foz do Iguaçu (Créditos: Carlos Monti)

Dos seus concorrentes no ranking, quem você considera a maior ameaça?

O Top 10 é muito bom, mas acho que a briga está entre os quatro primeiros. Tem o Garrido, que é muito forte, um cara muito frio, sabe muito bem o que está fazendo, o Paulo Gini, que vem numa evolução gigante, e o Affif, que dispensa comentários, o garoto é muito bom. Apesar de ser meu amigo, estou torcendo contra ele, não tem jeito dessa vez (risos).

E a preparação para o BSOP Millions, já está programando sua grade?

Minha grade já está pronta, tenho todos os torneios que vou jogar, o horário que preciso me inscrever e em quais vou fazer multitable. Já está tudo programado e agora é só ir encaixando de acordo com os resultados.

Jogando tudo e fazendo multitable, o cansaço é algo que te preocupa?

Não me preocupa, o cansaço eu tiro de letra, sempre fui de ficar a madrugada jogando, acho que sou a pessoa que não sente nada de cansaço. O preparo físico está muito bom, o mental ainda preciso trabalhar um pouquinho.

DÊ CALL NO SUPERPOKER!

Turbine seu jogo, receba conteúdos exclusivos,
análise de mãos, chamadas para aulas ao vivo e promoções gratuitas.