COMPARTILHAR
Caio Almeida - BSOP Millions
Caio Almeida - BSOP Millions

O paranaense Caio Almeida representou muito bem as cores verde e amarela no último domingo (9) nas mesas do GGPoker. Ele ficou em segundo lugar no Millionaire Maker da WSOP Online e levou a incrível forra de US$ 1.072.428, sendo derrotado no heads-up pela fera canadense Daniel Dvoress (US$ 1.489.289).

Assim que foi conquistado, o prêmio milionário se tornou uma marca tanto na carreira do jogador, quanto na história do poker brasileiro. A grana conquistada com o desempenho foi a maior premiação vencida por um brazuca nessa WSOP Online.

VEJA MAIS: Linus Loeliger encontra cooler dos sonhos em pote de US$ 200 mil contra campeão da WSOP Online

Em entrevista ao SuperPoker, o sócio do Midas Team contou que ainda está processando o feito. Ele expressou muita gratidão e satisfação pela campanha no torneio, que segundo ele, veio como uma forma de retribuição ao tempo dedicado aos estudos.

Caio Almeida - BSOP Millions
Caio Almeida – BSOP Millions

Almeida também falou sobre a semana de preparação para a mesa final do torneio, que foi baseada em muito foco e possibilidades. Por fim, ele fez questão de deixar um recado àqueles que estão sempre ao lado dele. Confira a entrevista na íntegra:

Caio, dias depois do resultado, caiu a ficha do grande feito?
Para falar a verdade, acho que está caindo. A grande maioria dos regulares sonham com um hit de 100~150K num Million de domingo, e de repente você ganha 10 SMs no mesmo dia? Isso é insano.

VEJA MAIS: SPEWberg vai ao pódio do WSOP Side Event US$ 250 Double Stack; Alexandre Mantovani também brilha

Profissional com tantos anos de carreira, qual é o sentimento desta conquista?
Acho que é um mix de muitas coisas. Alívio por conseguir uma compensação financeira tão grande, satisfação por um resultado histórico e até uma sensação de retribuição por muito tempo de dedicação e tantas traves ao longo desses anos, além de me sentir muito sortudo. Milhares de profissionais se dedicam infinitamente dia após dia e 99,99% deles não terão premiações milionárias na sua carreira. Me sinto iluminado, parece que fui escolhido (risos).

Ter uma semana para se preparar para a mesa final foi uma vantagem? Como você utilizou esses dias para se preparar para a decisão?
Acredito que sim. Passei a semana com meus companheiros de time fazendo todas as simulações possíveis no ICMizer. Já sabia que antes do 3/4-handed não teríamos jogo pós-flop, então tratei de simular quase todos cenários de push/call possíveis naquela distribuição de stack até chegarmos no 3/4-handed. Desse ponto em diante, com o auxílio do Dan e do Katega, passei a estudar algumas simulações feitas no Monker com diferentes distribuições de stacks também. Teve o lado negativo da expectativa gigantesca durante a semana, mas consegui mitigar esse sentimento intercalando os períodos de estudo e diversão. Foi difícil, mas acredito que consegui. Ocupei meu tempo estudando bastante, assistindo séries e jogando CS.

VEJA MAIS: Craques brasileiros se garantem no Dia Final do Mini Main Event da WSOP Online

A dobra no 5-handed praticamente te consolidou como o segundo maior stack, mas como foi a estratégia até chegar ali?
Eu estava bem tranquilo quando a decisão começou. Sabia exatamente o que tinha que fazer em todos os cenários possíveis, me preparei infinito para aquele momento. Entrei com o intuito de ser campeão e minha única preocupação ali era em tomar as melhores decisões possíveis, que era exatamente a única coisa que estava sob meu controle. Eu sabia que não podia passar spots de shove nem de call com EV’s razoáveis. Por mais que os money jumps fossem gigantescos, eu tinha consciência das decisões que precisava tomar para tentar chegar ao título. Como eu disse, o meu pensamento desde o início era jogar para ganhar e não só para galgar uma ou outra posição nos payjumps.

Caio Almeida
Caio Almeida

A mesa final sua foi muito distinta do Dvoress. Apesar de ter chego com uma grande desvantagem no HU, em algum momento chegou a lamentar não ter conquistado o bracelete?
De forma alguma. A todo momento eu me senti muito feliz, recompensado e sortudo por estar ali. Foram muitos flips, live cards, suckouts e decisões difíceis. No Dia 1 ganhei um AKs vs AA que me deixou gigantesco, na semifinal ganhei um AQ vs AK e na mesa final um A8 vs A9, sem contar o flip contra o Dvoress. Acho que qualquer jogador, por mais competente que seja, precisa contar com alguma sorte pra vencer um torneio, e dessa forma, eu não tinha direito algum de lamentar não ter ido mais longe.

VEJA MAIS: Eduardo Garla crava Asia Championship da WSOP Online e conquista o nono bracelete para o Brasil

O que esse prêmio muda na sequência da carreira?
Acho que não muda muita coisa. Há dois anos eu deixei minha carreira de jogador em segundo plano para focar na formação dos jogadores do Midas e transformar o time em uma referência dentro do cenário nacional. Contei com o apoio de vários caras muito bons aqui dentro para chegar onde cheguei, e para atingir meu objetivo de colocar o Midas no topo. Agora com o nascimento do meu filho em outubro, acredito que a tendência seja jogar menos e focar ainda mais no Midas.

Para encerrar, você quer deixar um recado para os fãs e dedicar o título para alguém?
Tem uma mensagem que sempre me inspirou muito, do Ayrton Senna, que diz para sempre fazer as coisas com muito amor e termos sempre muita dedicação, perseverança e desejo de vencer na vida, que de alguma maneira você chega lá. Eu sempre tive isso como regra na minha vida, sempre me dediquei ao máximo e fiz tudo com muito amor, de alguma forma isso funcionou pra mim.

São muitas pessoas que merecem uma dedicatória nessa conquista. Meu irmão Daniel que sempre esteve ao meu lado e nunca me deixou desistir, minha mãe e meu pai que sempre apoiaram minhas decisões, minha namorada que esteve comigo na maior parte da minha carreira, nos momentos bons e ruins. Ao meu filho Eric que vai nascer em outubro e em algum momento lerá essa entrevista, papai te ama. A toda galera do Midas, a todos os amigos que sofreram e vibraram junto comigo, em especial aos meus amigos aniversariantes do dia do torneio, Murilo, JP e Feula.

Clique aqui para abrir sua conta no GGPoker e buscar a joia mais cobiçada do poker na WSOP Online.

DÊ CALL NO SUPERPOKER!

Turbine seu jogo, receba conteúdos exclusivos,
análise de mãos, chamadas para aulas ao vivo e promoções gratuitas.

    Você concorda com os termos de uso do SuperPoker, que utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação e armazena os seus dados acima solicitados sem finalidade comercial apenas para comunicação direta com você e acesso aos serviços do SuperPoker. Você pode solicitar a remoção dos seus dados pessoais do SuperPoker a qualquer momento.