COMPARTILHAR
Paulo Gonçalves - WSOP 2018
Paulo Gonçalves - WSOP 2018

A edição de 2018 da WSOP já ficou marcada na história do poker brasileiro com a conquista do quinto bracelete do país na série mundial com Roberly Felício no Colossus, maior torneio da grade. Mas o Brasil conseguiu ir além com a classificação de Paulo Gonçalves, o “Barão”, para o Dia 7 do Main Event.

Após três anos, com o país amargando o fim da participação no sexto dia de disputa do maior torneio de poker do ano, o Brasil voltou a figurar no Dia 7 da competição. A última vez que um “brazuca” se classificou para o sétimo dia foi com Bruno Foster em 2014. Na oportunidade, o profissional foi para o extinto November Nine, encerrou a participação na oitava colocação e alcançou a inédita mesa final para o país.

VEJA MAIS: Em busca do 15º bracelete, Phil Hellmuth está no Dia Final do Evento #71 da WSOP

Além desse feito histórico, o país conseguiu outra grande marca nesta edição do Main Event. Foi a primeira vez que o Brasil colocou três representantes entre os 90 melhores do torneio, junto com Paulo os demais responsáveis foram Paulino Uemura, eliminado em 77º lugar, e Ricardo Souza, que encerrou a sua participação na 37ª colocação.

Vale lembrar que a impressionante marca do país não foi alcançada em qualquer Main Event, a edição de 2018 registrou impressionantes 7.874 inscritos e foi a segunda maior marca da história do evento, ficando atrás apenas da edição de 2006, que recebeu incríveis 8.773 entradas.

Com a classificação para o Dia 7 Paulo Gonçalves já garantiu US$ 282.630, mas o grande objetivo é os US$ 8.800.000 destinado ao grande campeão e o cobiçado bracelete de campeão mundial da WSOP.

A cobertura do SuperPoker na WSOP é patrocinada pelo Bodog e conta com o apoio do H2 Club e do BSOP. Clique aqui para abrir sua conta no Bodog.