COMPARTILHAR
Dan Bilzerian e Daniel Cates
Dan Bilzerian e Daniel Cates

No último sábado (23), Bill Perkins colocou o mundo do poker em polvorosa no Twitter ao afirmar que havia sido vítima de trapaça por um grande nome do jogo. Hoje, Dan Bilzerian acusou Daniel Cates, o “Jungleman”, de ser o profissional envolvido em um esquema com o recreativo Sina Taleb.

VEJA MAIS: Chris Hunichen dá call de A-high contra Viktor Blom no SHRB Online; você pagaria?

Perkins, apesar de milhares de mensagens e muito debate nas redes sociais, estava guardando a identidade dos acusados. Segundo ele, o motivo era estar fazendo um acordo com o jogador em troca de uma confissão e informações sobre os cúmplices envolvidos. Perkins chegou a relevar que Jason Koon havia recebido oferta similar e recusado, elogiando o profissional.

Bill Perkins
Bill Perkins

Bilzerian parece não se preocupar com a “delação premiada” que Perkins buscava. Em um tweet, posteriormente apagado, o playboy milionário escreveu: “Sina Taleb trapaceou a mim, Bill Perkins e outras pessoas no aplicativo de poker Fun Ocean, deixando Jungleman jogar em sua conta”.

Mais detalhes já haviam sido dados pelo próprio Perkins antes da revelação dos nomes. Segundo ele, com a quarentena imposta pelo Covid-19, um home game apenas entre jogadores recreativos, cujos blinds chegavam a US$ 500/US$ 1.000, passou a ser disputado em um aplicativo online. É nesse contexto que Cates teria jogado na conta de Taleb.

Cates se pronunciou sobre o assunto, também no Twitter: “Eu não posso discutir isso no momento por razões legais, mas isso é enganoso, eu nunca disputei uma mão contra Bilzerian. Há mais a ser revelado no momento apropriado, mas houve muito ghosting naquele site que foi admitido pelas pessoas”. Mais informações sobre o caso, que está sendo acompanhado de perto no poker mundial, devem surgir durante a semana.

 

 

DÊ CALL NO SUPERPOKER!

Turbine seu jogo, receba conteúdos exclusivos,
análise de mãos, chamadas para aulas ao vivo e promoções gratuitas.

Concordo com os termos de uso e privacidade do SuperPoker, que declara não repassar os dados a outras empresas.