Daniel de Freitas bate mesa final estrelada do 6-Max e conquista segundo troféu de campeão no BSOP

Daniel de Freitas bate mesa final estrelada do 6-Max e conquista segundo troféu de campeão no BSOP

O jogador Daniel de Freitas não é profissional de poker, mas isso apenas significa que ele não vive do esporte da mente. O recreativo deu mais uma prova que é um dos grandes jogadores do circuito brasileiro e conseguiu adicionar mais um título de campeão do BSOP. Daniel bateu o difícilimo field do 6-Max e engordou a conta com R$ 60.550 pela cravada.

Com um currículo repleto de resultados, campeão paulista, mesa finalista de Main Event do BSOP e outras do CPH, Daniel encerrou de vez a história de chegar em mesas finais e não conseguir beliscar ao menos o troféu de terceiro colocado do BSOP. Ele quebrou esse tabu em agosto do ano passado e ficou muito feliz com a nova vitória.

“Poxa, é sempre muito legal. Eu tinha inúmeras mesas finais de BSOP e até ano passado eu não tinha nenhum troféu. Joguei poucas etapas, poucos eventos, aí eu ganhei o Mix Max ano passado. Esse do 6-Max estava na garganta. Em São Paulo, fiz retinha final no meio do ano e no Millions fiz mesa final. É o torneio que eu mais gosto de jogar disparado. Tirando o do Main Event, não tinha nenhum troféu que eu queria mais além desse”, comentou.

O field do 6-Max, com buy-in de R$ 1.500, registrou incríveis 255 entradas e gerou um prize pool bem atraente. Mais uma vez, como nas últimas edições, a mesa final contou com jogadores de grande destaque nacional, como por exemplo Vini “Fenômeno”, que acabou com o vice, e Eduardo Garla, em terceiro. Além deles, o paulistano João Pimenta, que possui troféu no próprio 6-Max, também marcou presença.

Daniel também comentou sobre a dificuldade da mesa e como se comportou diante desses bons jogadores.

"Como é de praxe, o field do 6-Max conta com muitos jogadores regulares, e a mesa final também, até mais do que na FT do Main Event normalmente. Eu joguei tranquilo. Esperei, observei o ritmo da mesa, como cada um estava se comportando. Os recreativos eram apenas eu e o Carlos Alberto, eu senti um pouquinho o ritmo. Aproveitei os spots bons. Quando eu consegui fazer ficha e isso faz muita diferença nesses jogos curtos, consegui colocar pressão e não me deixei pressionar pelo Vini e pelo Garla", explicou.

No heads-up, Daniel e Vini fizeram um pequeno acordo que aumentou a premiação do segundo colocado. Ele até dobrou o “Fenômeno” uma vez, mas depois de algum tempo conseguiu sacramentar o segundo título dele de BSOP.

Confira a premiação final do 6-Max:

1o – Daniel de Freitas – R$ 60.550*

2o – Vini Fenômeno – R$ 48.000*

3o – Luís Eduardo Garla – R$ 33.750

4o – Gabriel Cordeiro – R$ 25.760

5o – Carlos Alberto – R$ 18.520

6o – João Pimenta – R$ 13.360

17h H2 CLUB
blinds: 25m
stack: 10000
insc.: 50,00
15h ESPAÇO ZAHLE
blinds: 35m
stack: 20000
insc.: 200,00
20h30 ESPAÇO ZAHLE
blinds: 35m
stack: 20000
insc.: 200,00
20h30 STARSCLUB ITAIM
blinds: 30m
stack: 15000
insc.: 250,00
19h30 ARENA SOCIAL POKER CLUB
blinds: 25m
stack: 15000
insc.: 150,00
16h NUTS HOLD'EM CLUB
blinds: 20m
stack: 10000
insc.: 20,00
20h30 NUTS HOLD'EM CLUB
blinds: 30m
stack: 15000
insc.: 40,00
16h HIJACK POKER CLUB
blinds: 20m
stack: 5000
insc.: 0,00
21h HIJACK POKER CLUB
blinds: 25m
stack: 15000
insc.: 20,00
19h WIN POKER SANTOS
blinds: 25m
stack: 20000
insc.: 200,00
// Vídeos em destaque
» Veja mais vídeos no SuperPoker
// Clubes do Brasil

INÍCIO | CONTATO | ANUNCIE
É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo deste portal de conteúdo (superpoker.com.br) - textos, imagens e vídeos - sem prévia autorização dos responsáveis. Para solicitar autorização, fale conosco pelo e-email contato@gruposuperpoker.com.br.