COMPARTILHAR
Daniel Negreanu - WSOP 2018
Daniel Negreanu - WSOP 2018

Daniel Negreanu não teve que lidar apenas com a frustração de ter seu título de Jogador do Ano da WSOP retirado após uma recontagem. O “Kid Poker” também respondeu a acusações de que teria percebido o erro, mas não alertado a organização, buscando se beneficiar.

Shaun Deeb, talvez o maior prejudicado com a situação, foi um a levantar a possibilidade de trapaça. “É incrível que o Daniel não queria apostar sobre o Jogador do Ano comigo por ter medo de eu trapacear quando ele é que foi pego tentando roubar”, escreveu o americano.

Conhecido desafeto do canadense, Doug Polk também questionou a integridade do craque. “Existe uma chance séria de que Daniel sabia que estava se beneficiando do erro no Jogador do Ano e não falou nada. Qual a chance que alguém completamente obcecado com a disputa não perceberia que ganhou um monte de pontos incorretamente? Não faz sentido que ele não perceba.”

VEJA MAIS: Cinco jogadores garantem lugar no Akkari’s Road to PSPC nos satélites do PokerStars

Em um post em seu blog, Negreanu não culpou a WSOP e preferiu tomar uma atitude positiva sobre a situação. “No fim das contas, não tenho arrependimentos. Fui para Rozvadov com um objetivo claro, fiz minha estratégia para ter a melhor chance de ganhar pontos e, baseado no que sabia, atingi isso.”

Nas redes sociais, o craque também rechaçou a possibilidade de trapaça. “A fórmula [de pontos] não está disponível aos jogadores. Eu não consigo rastrear. Além disso, porque eu assumiria que o site da WSOP está errado. Eu estava premiando em vários eventos e os resultados eram adicionados dias, ou semanas, depois.”

Outro argumento apontado pelo canadense é que ele divulgava seus resultados no vlog diário que fez durante a temporada em Las Vegas. “Milhares de pessoas assistem ao vlog. Porque eu postaria uma tela de captura de resultados ilegítimos para que mais pessoas pudessem ver e perceber o erro? Ninguém viu entre milhares de pessoas”.

VEJA MAIS: Depois de mais um sucesso, BSOP Millions atinge 150 classificados em satélites

O próprio Robert Campbell, que ficou com o título após a retirada dos pontos incorretos, foi assertivo. “Eu refuto completamente a ideia de que Negreanu sabia. Eu sei que ele tem seus detratores, mas ele ama muito o poker para fazer algo assim”.

Mesmo com a situação sendo extremamente incomum, acusar Negreanu parece um exagero. Afinal, nem a organização da WSOP, nem seus adversários diretos na disputa perceberam o problema, mesmo com cerca de quatro meses se passando desde o momento do erro até a definição do ranking.

DÊ CALL NO SUPERPOKER!

Turbine seu jogo, receba conteúdos exclusivos,
análise de mãos, chamadas para aulas ao vivo e promoções gratuitas.

Concordo com os termos de uso e privacidade do SuperPoker, que declara não repassar os dados a outras empresas.