COMPARTILHAR

Depois de sobreviver em um field com 102 jogadores à altura de Daniel Negreanu, George Danzer e Phil Ivey, o norte-americano John Hennigan cravou o PPC (Poker Players Championship). Um dos mais respeitados torneio da WSOP (World Series of Poker), o "50 K" é famoso por reunir os melhores do esporte da mente em oito modalidades.

Com a conquista de seu terceiro bracelete, ele levou US$ 1.517.767 e mais o reconhecimento de ser um dos melhores entre os melhores.

Mas para conquistar o prêmio, Hennigan teve que tirar muita ficha de Brandon Shack-Harris, que ficou boa parte do quarto e quinto dias como chip leader. Durante cinco horas, quando restavam apenas três à mesa final, Hennigan chegou a liderar, perder quase todo o stack e depois recuperar a primeira colocação. Antes do heads up, quem caiu foi o terceiro colocado, o também campeão em WSOPs Jesse Martin.

O mano a mano levou uma hora para terminar até que Hennigan, que foi terceiro colocado no PPC do ano passado, prevalecesse. Com oito modalidades de poker, a mão final foi decidida justo na mais popular – o No Limit Hold'em.

Bem short depois de perder muitas fichas em um 2-7 triple draw, Shack-Harris decidiu entrar de all in do botão e tomou call. Com Kh7s, ele precisaria do bordo para vencer o AhTd de Hennigan. Depois que o dealer mostrou o bordo JhJc9h 4d 4s, Shack-Harris teve que se contentar com o segundo lugar e uma premiação nada mal de US$ 937.975.

Confira abaixo os mais bem colocados do torneio que gerou um prize pool de US$ 4.896.000.

 

1º – John Hennigan – US$ 1.517.767

2º – Brandon Shack-Harris – US$ 937.975

3º – Jesse Martin – US$ 594.570

4º – Abe Mosseri – US$ 402.696

5º – Chun Lei "samrostan" Zhou – US$ 286.122

6º – Frank Kassela – US$ 212.829

7º – Melissa Burr – US$ 165.435

8º – Allen Kessler – US$ 134.101