COMPARTILHAR

Reconhecido oficialmente pelo governo brasileiro como esporte da mente, em 2010, o poker se consolida em 2013 ainda mais como tal.  Neste ano um passo a mais para esse reconhecimento se deu com a inclusão da modalidade como disciplina no curso de Ciências do Esporte da Universidade de Campinas (UNICAMP), no campus de Limeira.

E a iniciativa não meramente foi um grande passo para este esporte, mas também um grande sucesso de público dentro do meio acadêmico. Segundo matéria publicada nesta sexta-feira pelo portal G1, a disciplina Fundamentos do Poker é a matéria opcional mais disputada da Faculdade de Ciências Aplicadas (FCA).

VEJA MAIS:

Professor explica detalhes e conta os bastidores da chegada do poker à Unicamp

Unicamp inclui poker em curso de Ciências do Esporte; Akkari será um dos professores

A disciplina, que contou com 130 alunos na aula inaugural, recebeu 200 inscrições no total (70 alunos não puderam participar por questão de logística). Em média, as matérias não obrigatórias ministradas na Unicamp de Limeira – caso da Fundamentos do Poker – recebem 60 alunos. O curso da Unicamp é uma iniciativa do professor e pesquisador Cristiano Torezzan.

“É um curso para pensar sobre o poker, as tomadas de decisões. As relações, os fundamentos matemáticos, as relações do poker com o mercado financeiro”, disse Torezzan, em entrevista publicada no SuperPoker, em maio deste ano. “É um curso que faz entender o poker como um jogo de pessoas, não um jogo de números. Haverá um pequena parte voltada para os fundamentos do poker”.

Sucesso imediato de público nos corredores da Unicamp, a novidade contaria inicialmente com 10 cadeiras, mas foi progredindo rapidamente até chegar a 130, quantidade mais adequada ao interesse dos alunos e ao tamanho que tem o poker no Brasil atualmente.