COMPARTILHAR
Denílson - Ducati High Roller

Um dos principais nomes da primeira edição de 2018 do Ducati High Roller é o ex-jogador de futebol e embaixador do 888poker Denílson. No Dia 1 do evento, o craque não mostrou que não estava a passeio, selecionando muito bem as mãos que iria jogar.

Jogando com extrema concentração, Denílson conseguiu avançar para o Dia 2, mas com um stack curto, devido à gigantesca fatiada que levou no final do dia, após ter seu AA quebrado por um straight flush.

VEJA MAIS: Vivian Saliba destaca modelo do Ducati High Roller: “experiência única para os jogadores”

Em entrevista ao SuperPoker, o jogador contou que, devido ao ano de Copa do Mundo, sua rotina de trabalho está sendo muito intensa e por isso não teve a oportunidade de jogar poker em 2018, nem em home game com os amigos. O Ducati High Roller está sendo a sua estreia no ano e o craque contou os motivos que o levaram a disputar este torneio. Confira:

Qual a sua expectativa para o Ducati High Roller?

Toda vez que você vai disputar um torneio as expectativas são as melhores né, não dá para você vir com a expectativa de não ser boa. O poker é interessante por isso, você divide a experiência com diversos jogadores que jogam com uma certa frequência e participa de diversos eventos e também com pessoas que participam menos por outros motivos, como o trabalho. Mas isso não quer dizer que a pessoa jogando menos não tenha condição de ganhar do profissional. Então, toda vez que vou participar de um torneio com essa grandeza e importância, normalmente eu me concentro mais, presto mais atenção, falo menos e brinco menos para ficar mais concentrado no jogo, mas com a expectativa muito boa.

Denílson - Ducati High Roller
Denílson – Ducati High Roller

Como está sendo a sua rotina com o poker? Você tem jogado bastante?

O ano passado eu tive mais oportunidades de jogar, não só em torneios, mas também na casa dos amigos e eu jogava com uma frequência maior. Este ano, devido a Copa do Mundo eu tenho trabalhado bastante, tanto é que este é o primeiro torneio que estou jogando no ano. Desde que voltei de férias, tenho trabalhado todos os finais de semana e durante a semana é complicado devido ao programa diário e ao vivo. Felizmente teve esse evento aqui em São Paulo, que facilita a logística.

A organização anunciou que serão quatro eventos da Ducati High Roller, como você enxerga o crescimento desses campeonatos?

O High Roller é um dos principais torneios, tanto é que vemos grandes no salão. Eu já participei de torneio, que tem uma galera que não tem tanta experiência, mas hoje, se eu não estiver enganado, deve ter uns 85% de jogadores profissionais. Isso mostra a importância do torneio, quando você vê uma quantidade grande de profissionais mostra a sua relevância.

Nesta edição, não será apenas o High Roller, terá o torneio de Omaha. Você conhece a modalidade? Já jogou?

Não joguei ainda. Tenho que ter a oportunidade de jogar. É impressionante como cresceu o poker nos últimos anos, como cresceu os torneios, as possibilidades de jogar e ganhar. O número de jogadores vem aumentando a cada ano, mas esse eu ainda não joguei, vamos ver se a logística bate para que eu possa jogar também.

Moisés e Denílson - Ducati High Roller
Moisés e Denílson – Ducati High Roller

Além de você, temos outros esportistas na competição. Como é ver cada vez mais colegas disputando os torneios?

Eu acho um máximo, no caso do Rodrigão e do meu, que somos ex-jogadores, a gente tem até um tempo maior para jogar, mas por exemplo, na minha época de concentração era vídeo game e sinuca, hoje, nas concentrações dos times tem mesa de poker. Uma das paixões que vem aumentando ainda mais a popularização do esporte, usando o Moisés como exemplo, já que o vejo com certa frequência nos torneios é justamente você estar todo os dias concentrado. O jogador de futebol concentra na terça, joga quarta, concentra no sábado ou na sexta e aí joga de novo. Acho que a mesa do poker na concentração veio numa boa hora, é lógico que eles devem ter um limite de horário para poder brincar. O Rodrigão acho que é a 20ª vez que encontro ele em um torneio, já o Moisés deve ser a segunda, é um vizinho meu de Alphaville, está todo dia jogando poker na casa dele, me liga e eu tenho que dizer que não tenho como ir, por causa que eles jogam um pouco mais tarde e tenho que acordar cedo para fazer o programa e não dá pra apresentar com a cara inchada, se fosse rádio eu ia embora, mas agora na televisão, não tem como, a galera percebe.

Para participar, abra sua conta no 888poker clicando aqui.

DÊ CALL NO SUPERPOKER!

Turbine seu jogo, receba conteúdos exclusivos,
análise de mãos, chamadas para aulas ao vivo e promoções gratuitas.

Concordo com os termos de uso e privacidade do SuperPoker, que declara não repassar os dados a outras empresas.