COMPARTILHAR
Ramon Colillas campeão do PokerStars Players Championship
Ramon Colillas campeão do PokerStars Players Championship

Além de organizar o maior torneio de buy-in US$ 25.000 da história do poker, um dos intuitos do PokerStars Players Championship foi dar oportunidade para jogadores com bankrolls inferiores poderem buscar uma forra gigantesca em um torneio de buy-in elevado. Para que isso fosse possível, o principal site de poker do mundo criou o Platinum Pass, que foi distribuído em mais de 60 países.

Ramon Colillas foi um desses ganhadores do pacote de US$ 30 mil e viajou para Bahamas sem precisar investir nada. O resultado deste grande conto de fadas não poderia ter sido melhor: o espanhol superou o enorme field de 1.039 entradas e conquistou o prêmio milionário de US$ 5.100.000.

Anteriormente ao resultado, o campeão possuía apenas US$ 10.873 em premiações live. Além de conquistar a maior forra da carreira, Ramon alcançou o maior prêmio de um espanhol na história do poker ao vivo. O antigo maior resultado de um jogador do país pertencia a Carlos Mortensen, que recebeu US$ 3.970.415 em abril de 2007.

Festa de Ramon Colillas campeão do PokerStars Players Championship
Festa de Ramon Colillas campeão do PokerStars Players Championship

Para alcançar a glória e vencer i torneio histórico, Colillas não teve vida fácil. Iniciando a decisão com o quinto maior stack entre os oito finalistas, o espanhol viu o francês Julien Martini iniciar muito bem a decisão e disparar na liderança em fichas do torneio, chegando a possuir a metade das fichas em jogo quando ainda restavam cinco jogadores.

Vendo a ampla vantagem que Martini estava colocando, Ramon começou a se expor mais no jogo e, em apenas uma hora, saltou de pouco mais de 9 milhões em fichas para 21.025.000. Apesar da reação, o espanhol chegou ao heads-up com a metade das fichas do adversário, mas tendo quarenta blinds para reverter a desvantagem.

Pacientemente, o hispânico foi revertendo o cenário adverso, até que, com quase trinta minutos de confronto, veio a mão crucial no duelo. Nos blinds 250.000/500.000, com big blind ante de 500.000, Martini deu raise para 1.250.000 e Colillas deu call.

VEJA MAIS: André Akkari fica em segundo no HORSE do PokerStars Caribbean Adventure

O flop foi A4Q, sendo todas de copas, e o francês c-betou 1.000.000 e recebeu o call. O turn foi um Q e a ação se repetiu, só que dessa vez com o agressor aplicando uma overbet de 4.600.000.

O river foi um 5, Martini foi all in com mais fichas e Ramon deu instacall. No showdown, o chip leader mostrou 96s em copas para um flush, mas não foi o suficiente para superar o Q5 do short stack, que completou um full house no river.

A partir desta mão, Colillas abriu enorme vantagem, possuindo aproximadamente 75% das fichas em disputa. Mantendo o jogo em altíssimo nível, o jogador continuou pressionando e, após uma hora e meia de heads-up, confirmou a forra gigantesca. Pelo vice-campeonato, o francês somou US$ 2.974.000 ao bankroll.

Confira o vídeo da mão decisiva:

Confira a classificação da mesa final:

1º – Ramon Colillas (Espanha) – US$ 5.100.000

2º – Julien Martini (França) – US$ 2.974.000

3º – Marc Rivera (Filipinas) – US$ 2.168.000

4º – Scott Baumstein (Estados Unidos) – US$ 1.657.000

5º – Jason Koonce (Estados Unidos) – US$ 1.304.000

6º – Marc Perrault (Canadá) – US$ 1.102.000

7º – Farid Jattin (Colômbia) – US$ 746.000

8º – Talal Shakerchi (Reino Unido) – US$ 509.000

Abra a sua conta no maior site de poker do mundo clicando aqui.