COMPARTILHAR
Jeremy Perrin campeão do Evento Giant da WSOP
Jeremy Perrin campeão do Evento Giant da WSOP

O Dia Final do Evento Giant da WSOP estava cercado de grandes expectativas pela comunidade brasileira, das 8.920 entradas restavam apenas nove jogadores, com Renato Kaneoya na liderança da competição.

O quinto bracelete brasileiro não veio e o título ficou com o americano Jeremy Perrin, que conquistou o primeiro bracelete da carreira e o prêmio de US$ 250.966, a maior premiação da carreira em torneios ao vivo, segundo o site HendonMob.

A maioria dos títulos reservam grandes histórias, a vitória de Jeremy não foi diferente, cercada de algumas curiosidades. Sendo o torneio de estreia na WSOP, o jogador regular de cash game de Pot-Limit Omaha, se registrou equivocadamente no evento, achando que a competição era o Giant da modalidade de quatro cartas. O competidor só foi perceber que havia se enganado quando recebeu apenas duas cartas do dealer.

VEJA MAIS: Main Event da WSOP começa hoje, relembre os melhores desempenhos dos brasileiros

Em entrevista a WSOP depois da conquista ele falou. “Eu me senti muito bem. Eu achei que fosse o PLO Giant, depois que recebi duas ao invés de quatro cartas imaginei que poderia aprontar algo”.

O Dia Final começou em ritmo acelerado, nas primeiras duas horas de torneio, cinco jogadores já haviam deixado a competição e com o americano não jogando nenhuma mão. Com o início do 4-handed, Jeremy precisou se movimentar e logo conseguiu dobrar o stack. Pouco tempo depois, o representante verde e amarelo deixou a disputa levando o prêmio de US$ 90.599.

Jeremy assumiu a liderança do torneio pela primeira vez quando restavam apenas três jogadores e não largou mais. No heads-up, contra o porto-riquenho Luis Vasquez, o americano iniciou com uma gigantesca vantagem de cinco vezes mais fichas.

Com a impressionante diferença, o americano não demorou muito para confirmar o título. Com o vice-campeonato, Vazquez recebeu US$ 155.478, a maior premiação em torneios ao vivo da carreira.

Confira a classificação da mesa final:

1º – Jeremy Perrin (Estados Unidos) – US$ 250.966

2º – Luiz Vazques (Porto Rico) – US$ 155.478

3º – Svetlozar Nestorov (Bulgária) – US$ 118.444

4º – Renato Kaneoya (Brasil) – US$ 90.599

5º – Alexander Lakhov (Rússia) – US$ 69.571

6º – Kevin Rines (Estados Unidos) – US$ 53.751

7º – Lawrence Chan (Estados Unidos) – US$ 41.953

8º – Matthew Smith (Estados Unidos) – US$ 32.433

9º – Daniel Fuhs (Estados Unidos) – US$ 25.319

A cobertura do SuperPoker na WSOP é patrocinada pelo Bodog e conta com o apoio do H2 Club e do BSOP. Clique aqui para abrir sua conta no Bodog.

DÊ CALL NO SUPERPOKER!

Turbine seu jogo, receba conteúdos exclusivos,
análise de mãos, chamadas para aulas ao vivo e promoções gratuitas.