COMPARTILHAR

Em sua quinta mesa final na WSOP 2015, o norte-americano Anthony Zinno finalmente conquistou seu primeiro bracelete. A consagração veio no Evento 60 (US$ 25.000 High Roller Pot-Limit Omaha).

Ao longo da competição, Zinno deixou 174 dos melhores jogadores do mundo de PLO para trás. Este foi, aliás, o torneio desta modalidade com o buy in mais caro da história da World Series.

Somente na mesa final, o poker pro derrubou craques como Shaun Deeb, Alexander Kostritsyn e Ismael Bojang. No heads up, superou o tailandês Pakinai Lisawad.

“O primeiro bracelete é algo que você nunca esquece. Jogo a WSOP há oito anos, então é algo que eu queria demais”, disse o campeão. “É certamente o melhor dia da minha carreira como jogador de poker, e vencer em uma modalidade que eu amo deixa tudo ainda mais especial”.

Com o título, Zinno pulou para segundo lugar na classificação do Jogador do Ano da WSOP, atrás apenas de Mike Gorodinsky – Shaun Deeb vem em terceiro.

Cobertura

Você pode acompanhar tudo sobre o Campeonato Mundial de Poker no nosso Especial WSOP e no MeBeliska. Fique ligado também na cobertura em tempo real no Twitter, Facebook e Instagram e use a hashtag #SPnaWSOP para participar.

Confira abaixo a classificação final do Evento 60:

1 – Anthony Zinno (EUA) – US$ 1.122.196

2 – Pakinai Lisawad (Tailândia) – US$ 693.553

3 – Stian Usterud (Noruega) – US$ 456.222

4 – Christian Harder (EUA) – US$ 332.998

5 – Juha Helppi (Finlândia) – US$ 247.754

6 – Ismael Bojang (Áustria) – US$ 187.571

7 – Alexander Kostritsyn (Rússia) – US$ 144.305

8 – Shaun Deeb (EUA) – US$ 112.675