COMPARTILHAR
Randy
Randy "nanonoko" Lew - EPT Barcelona

Seguindo a série de entrevistas exclusivas feitas pelo SuperPoker durante o PokerStars European Poker Tour Barcelona, chegou a hora de falar com Randy Lew, o “nanonoko”. O embaixador do site ficou famoso pela capacidade de jogar muitas mesas simultâneas por longos períodos de tempo, colocando um volume absurdo.

Mais recentemente, ele é mais um dos que decidiu se aventurar como streamer, criando uma legião de fieis seguidores e divertindo a todos com o jeito bem humorado. A maior fã, no entanto, é uma companheira tanto de Team PokerStars quanto da vida, a jogadora Celina Lin, que foi pedida em casamento pelo profissional no ano passado.

VEJA MAIS: Ariel Bahia lidera os brasileiros classificados pra o Dia 3 do Main Event do EPT Barcelona

Entrevistado por Vitão Marques, Lew falou sobre a vida do streamer, contou o que conhece do poker brasileiro e ainda apontou qual sua cidade preferida no mundo para jogar poker. Confira.

Randy Lew e Celina Lin - EPT Barcelona
Randy Lew e Celina Lin – EPT Barcelona

Qual sua opinião sobre os streamers no poker?
Eu acho que as transmissões de poker no Twitch são bem legais, você pode realmente conversar com as pessoas, ao invés de vídeos no Youtube, onde as pessoas não podem responder a o que você diz. Eu transmito no Twitch, na maioria das vezes no canal do PokerStars, e tento jogar os limites altos, como SCOOP e WCOOP High, cash games, para dar uma chance à audiência de ver ação que eles normalmente não conseguiriam ver.

Você acha que essas transmissões são uma revolução no poker?
Sim, definitivamente são uma revolução. Eu acho que, no começo, muitas pessoas hesitaram, não sabiam se funcionaria, se as pessoas gostariam, mas definitivamente chegou para ficar. Já estão acontecendo há alguns anos e seguem ficando maiores, você vê pessoas como Lex Veldhuis, que conseguem tantos seguidores, realmente isso chegou para ficar.

Você acha que jogar transmitindo diminui a qualidade do seu jogo?
Acredito que sim, um pouco, porque você não tem como focar 100% nas cartas, é impossível. Se você joga mais de uma mesa no streaming, ainda tem que interagir com o chat, e as pessoas podem ver suas cartas no delay, então podem ver se você está jogando tight ou mais agressivo. Mas de outro lado, pode ajudar a melhorar sua técnica no jogo e te deixar mais balanceado, porque se eu estou sempre foldando em certa situação, alguém que estiver assistindo vai saber disso, então eu preciso variar. Tem também o fato de que você fala o que está fazendo enquanto joga, alguns jogadores sabem o que é certo, mesmo sem pensar muito no que estão fazendo, mas se tem alguém assistindo, você precisa explicar, então pode acabar aprendendo coisas.

Quantas mesas você joga quando transmite?
Quando eu transmito, tento jogar duas mesas no máximo. No começo, eu tentei com 10 mesas, mas mesmo conseguindo jogar 24 mesas simultâneas quando não estou transmitindo, foi intenso demais. Eu acho que parte da função do streamer é entreter e educar a audiência, e se você tem muitas mesas, você não consegue fazer isso bem, então eu trato a transmissão no Twitch mais como uma experiência do que um grind puro, o melhor EV possível e coisas assim.

Randy "nanonoko" Lew
Randy “nanonoko” Lew

Você joga e-Sports como Counter Strike, PUBG, etc?
Eu costumava jogar muito Street Fighter competitivamente, mas hoje jogo mais Hearthstone, que é bem mais devagar, não preciso praticar tanto, mas ainda gosto bastante de jogos.

SObre sua carreira no poker, quais os planos para o futuro?
Eu ainda me considero um jogador de cash game, mas eu gosto muito de torneios, por isso vou a paradas como em Barcelona, Monte Carlo, e coisas assim, tentando não jogar apenas o Main Event. Antes eu jogava apenas o Main Event, porque não ligava muito para torneios, mas hoje tento jogar o National, outros torneios, tentando me estabelecer como um bom jogador de torneio. Eu li todos os hand stories, assisti todas as transmissões ao vivo, eu acho que tenho o que é preciso para ir bem nos torneios também.

Qual a sua cidade favorita para jogar?
Eu gosto muito de Monte Carlo, acho que é o melhor lugar em que já joguei poker, tem muita classe, é um salão incrível.

O que você sabe sobre o poker brasileiro?
Eu sei que André Akkari é um jogador brasileiro muito bom, posso dizer que os brasileiros são muito empolgados quando jogam, comemoram muito quando ganham, então eles são bons para o jogo, porque mantém o poker divertido.

Você tem fãs no Brasil, o que pode dizer para eles?
Espero que eu possa continuar os entretendo e… vamos! (risos)

Abra a sua conta no maior site de poker do mundo clicando aqui.

DÊ CALL NO SUPERPOKER!

Turbine seu jogo, receba conteúdos exclusivos,
análise de mãos, chamadas para aulas ao vivo e promoções gratuitas.

Concordo com os termos de uso e privacidade do SuperPoker, que declara não repassar os dados a outras empresas.