COMPARTILHAR
Milena Magrini, Mirelle Moschella, Laura Cintra, Bruna Unzueta e Luana Alves
Milena Magrini, Mirelle Moschella, Laura Cintra, Bruna Unzueta e Luana Alves

Apesar do poker ainda ser jogado em sua maioria por homens, a história das mulheres neste esporte começou há 22 anos, na série mundial WSOP. Nos últimos anos, elas vem ganhando força cada vez mais nos eventos e torneios no Brasil e pelo mundo, incluindo nas mesas do H2 Club Campinas.

Em 1982, a americana Vera Richmond foi a primeira mulher a vencer um torneio aberto da WSOP e, em 2007, a também americana, Barbara Enright se tornou a primeira mulher a entrar no Hall da Fama do Poker. Três anos depois, a britânica Liv Boeree levou o grande prêmio de US$ 1,5 milhão no European Poker Tour e, em 2014, a americana Vanessa Selbst, na época com 30 anos, se tornou a primeira mulher a ultrapassar a marca de U$ 10 milhões em premiação.

VEJA MAIS: Ranking High Roller PKO no H2 Club Campinas levará campeão para o Enjoy Punta del Este

No Brasil, a paulista Vivian Saliba é a detentora da maior premiação feminina já alcançada em um evento, de US$ 308.888 pelo quarto lugar no WSOP Crazy Eights 2019). São destaques também: a goiana Larissa Metran, uma das primeiras a vencer torneios live e online, Dayane Kotoviezy que em 2017 cravou o BSOP Ladies em Punta del Este e a mineira Gabriela Belisario, primeira campeã feminina do Main Event do BSOP.

Ainda entre os grandes trunfos, Carol Dupré conquistou o anel Ladies no WSOP Circuit e Milena Magrini, que entre muitas conquistas, alcançou o 3º lugar no Aconcagua Million Madrid.

Buscando impulsionar o poker entre as mulheres, Magrini é uma das players que participará no próximo domingo (26) do evento “All-in Ladies” promovido pelo H2 Club Campinas. Além dela, estarão também no evento para um talk-show as jogadoras e influenciadoras digitais Laurinha Cintra e Bruna Unzueta e também outras duas mulheres de destaque no poker nacional que atuam fora das mesas: a jornalista do grupo Bandeirantes e repórter do SuperPoker, Mirelle Moschella e a executiva coordenadora de marketing do H2 Club São Paulo, Luana Alves.

Apesar do papo sério com as estrelas e o tutorial de como jogar poker, o evento promete ser despojado: ativações de parceiros, DJ e coquetel para todas as mais de 100 convidadas, digital influencers prospectadas pela PIG Communication para divulgar o esporte da mente oferecido pelo H2 Club e ser a porta de entrada para mais mulheres na modalidade.

Elas participarão ainda de um mini torneio exclusivo realizado no dia para conhecer um pouco da emoção dos feltros. A experiência ajuda também a promover o evento Ladies IPF que acontece no dia 06 de fevereiro no H2 Club Campinas.

Quem são elas:

Milena Magrini: jogadora de poker há cerca de treze anos, ela começou profissionalmente em 2013. E, de lá para cá, não para de conquistar ótimos resultados e manter a regularidade como uma das principais competidoras de poker do país. Neste ano, ela já conquistou o título do Super High Roller na primeira etapa do CPH na temporada. Ela também venceu o 6-Max do BSOP Balneário Camboriu e em 2018 deu muito orgulho para a comunidade de poker brasileira quando conquistou a medalha de bronze no Aconcagua Million Madrid. Ela foi a única representante da bandeira verde e amarela a garantir lugar no pódio. Com a performance, Magrini ganhou a forra de € 135.000.

Laurinha Cintra: outro nome conhecido no cenário nacional de poker é o de Laurinha Cintra, que joga poker há cerca de sete anos. Ela conheceu a modalidade graças ao seu melhor amigo, que a levou para conhecer um clube no interior de São Paulo, e o gosto pelo esporte da mente foi imediato. Entre os seus grandes resultados, está o título do Ladies no WSOP Uruguai em 2018.

Bruna Unzueta: começou a jogar poker por influência do pai que a ensinou a praticar a modalidade quando era mais nova, mas só depois de um bom tempo começou a jogar com mais regularidade em campeonatos e em clubes. Tem excelentes desempenhos nos feltros, como a conquista do Ladies no BSOP Natal de 2019 e a o terceiro lugar no Super High Roller na primeira etapa do CPH deste ano. Bruna não é jogadora profissional, mas divide seu esporte favorito com mais de 1 milhão de seguidores nas redes sociais. “Boo” é considerada um dos principais nomes de influenciadoras digitais no ramo da beleza e seu rosto é visto em diversos torneios pelo Brasil e pelo mundo.

Mirelle Moschella: jornalista da Band e repórter do grupo SuperPoker, Mirelle é um dos principais nomes da imprensa de poker há cerca de seis anos. Ela também já trabalhou como repórter do portal Terra e da RedeTV!, além de realizar a cobertura das Olímpiadas de 2016 pelo canal SporTV. Diariamente, cobre as principais notícias de poker e os torneios do H2 Club.

Luana Alves: é executiva de marketing do Grupo H2 e trabalha com poker há mais de 10 anos. Durante esse período, promoveu inúmeros torneios femininos para incentivar, incluindo a criação do Ladies H2, um torneio que já recebeu centenas de mulheres. É uma das maiores entusiastas do poker feminino e acredita que 2020 será o ano delas. O All-in Ladies segundo a executiva, é uma prova do crescimento, aceitação, paixão e curiosidade pelo esporte.

Ainda não possui conta aberta no Bodog? Então clique aqui e veja como abrir a sua.

DÊ CALL NO SUPERPOKER!

Turbine seu jogo, receba conteúdos exclusivos,
análise de mãos, chamadas para aulas ao vivo e promoções gratuitas.

Concordo com os termos de uso e privacidade do SuperPoker, que declara não repassar os dados a outras empresas.