COMPARTILHAR
Terrence Chan no MMA

Após passar alguns anos tentando bater os adversários nas mesas, Terrence Chan decidiu mudar de carreira, passando a literalmente bater em seus oponentes nos octógonos do MMA (Mixed Martial Arts). Nesta WSOP, ele decidiu matar a saudade do poker, jogando o Championship de Limit Hold’em mas percebeu que já perdeu alguns macetes da profissão.

No Twitter, Chan escreveu:

“Uau, eu estou bem enferrujado. Quero dizer, meu poker está bem, mas, como um novato, eu tomei todo meu café logo no início do nível 3 e agora preciso cruzar minhas pernas e segurar minha bexiga por 75 minutos”.

VEJA MAIS: Leitura, misclick ou trapaça? Conheça o mistério do call de 4-high que perdura há mais de uma década

Alguns seguidores já aproveitaram para brincar com a situação, mas 35 minutos depois, Chan deu um update, se mostrando bem crítico consigo mesmo. “Eu saí no meio do nível (22 minutos para acabar) e perdi uma mão pela primeira vez em, pelo menos, cinco anos. Se eu ganhar esse torneio, eu não mereço o título”.

Agora, Chan não precisa mais se preocupar em ganhar o bracelete sem merecer, já que não se classificou para o Dia 2 do torneio. Além disso, a decisão de perder algumas mãos foi bem melhor que a de Antonio Esfandiari, que se aliviou em um recipiente embaixo da mesa durante o Main Event do PCA 2016.

A cobertura do SuperPoker na WSOP é patrocinada pelo Bodog e conta com o apoio do H2 Club e do BSOP. Clique aqui para abrir sua conta no Bodog.

DÊ CALL NO SUPERPOKER!

Turbine seu jogo, receba conteúdos exclusivos,
análise de mãos, chamadas para aulas ao vivo e promoções gratuitas.

    Você concorda com os termos de uso do SuperPoker, que utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação e armazena os seus dados acima solicitados sem finalidade comercial apenas para comunicação direta com você e acesso aos serviços do SuperPoker. Você pode solicitar a remoção dos seus dados pessoais do SuperPoker a qualquer momento.