COMPARTILHAR
Patrik Antonius - EPT Barcelona
Patrik Antonius - EPT Barcelona

Patrik Antonius é, há muitos anos, um dos jogadores mais reconhecidos do poker mundial. Isso porque o finlandês é conhecido por gostar do jogo caro, já tendo disputado diversos potes milionários enfrentando nomes como Tom Dwan, Phil Ivey, Gus Hansen, entre muitos outros.

No entanto, Antonius é, também, alguém que não tem medo de mostrar os momentos difíceis e falar o que pensa. Recentemente, por exemplo, ele revelou um ferro de mais de US$ 500 mil durante a temporada em Las Vegas. Em outra situação, o finlandês já havia feito críticas ao cenário do poker ao vivo, citando a demora dos jogadores para agir, o excesso de capuzes, óculos escuros e mais.

VEJA MAIS: Movimento estranho de chinês gera polêmica no EPT Barcelona; opine

Jogando o EPT Barcelona, o finlandês busca melhorar o restulado do ano passado, quando ficou em sexto no Main Event do EPT Monte Carlo. Em um dos intervalos, o craque concedeu entrevista exclusiva para o SuperPoker. Confira.

Você foi muito sincero em falar sobre seu momento ruim em Las Vegas. Acredita que essa transparência é importante?
Não sei se é importante, mas é algo que eu não me importo em fazer. Nós ganhamos e perdemos, o jogo é assim, você não pode ganhar sempre e todos tem momentos ruins. Se você só compartilha as vitórias e boas experiências, você não está mostrando a realidade como ela é. Eu sempre sou honesto e não me importo, não preciso provar nada para ninguém em questão de resultados. Seria muito fácil mostrar apenas os milhões quando ganho…

VEJA MAIS: André Akkari exalta escolha de Barcelona para o PokerStars Players Championship 2020

Você também comentou sobre a importância de deixar o poker mais divertido, o que pode dizer sobre isso?
O poker é um jogo social, então para o futuro o que eu mais queria ver é termos um jogo um pouco mais acelerado, jogado de forma mais rápida. Seria mais divertido para os jogadores, mais entretenimento para quem assiste. Quando é muito devagar, fica entendiante, isso é algo que precisamos, acelerar o jogo porque tem sido muito devagar nos últimos oito anos. Eu gostaria de termos um shot clock mais rápido, eu vejo que todo esporte está mudando um pouco das regras para melhor. No tênis, eles adicionaram um relógio para o saque, agora eles têm 25 segundos para sacar, e no poker não tivemos muitas mudanças nos últimos tempos.

Patrik Antonius - EPT Barcelona
Patrik Antonius – EPT Barcelona

Você ainda tem algum grande objetivo para alcançar no poker?
Eu ainda tenho objetivos, mas hoje em dia eles são mais em relação à indústria. Eu gostaria de dar meu melhor para melhorar a imagem do poker. Acho que temos novamente uma boa chance de levar o jogo para um grande público. Os números tem crescido, eu vejo mais jogadores em todo lugar que vou, os jogos estão ótimos, então vamos tentar não estragar tudo (risos).

VEJA MAIS: Maior da história, Main Event do EPT Barcelona distribuirá mais de €9,6 milhões; confira

Certa vez você fez uma postagem no Instagram sobre André Akkari e Felipe Mojave. O que pensa sobre a dupla brasileira?
Eles são monstros, têm ótimos resultados, já joguei com os dois. Felipe jogou na minha mesa hoje, com o André eu já joguei mais, são dois grandes embaixadores para o poker, só tenho coisas boas a dizer sobre eles.

O PSPC Barcelona foi anunciado ontem (27). É um evento que você tem presença garantida?
Com certeza, Barcelona é um dos meus destinos favoritos, realmente. Eu não quero dizer que é o meu favorito, mas provavelmente é. Aqui tem tudo, eu sempre gosto de vir. A única questão é que em agosto tem o US Open e eu sou fã de tênis, gosto de assistir. Você pode ficar sobrecarregado com cash games e tudo, mas eu gosto de manter as coisas simples.

Abra a sua conta no maior site de poker do mundo clicando aqui.

DÊ CALL NO SUPERPOKER!

Turbine seu jogo, receba conteúdos exclusivos,
análise de mãos, chamadas para aulas ao vivo e promoções gratuitas.

Concordo com os termos de uso e privacidade do SuperPoker, que declara não repassar os dados a outras empresas.