COMPARTILHAR
Kenny Hallaert
Kenny Hallaert

O Bodog é o patrocinador oficial da cobertura do SuperPoker na World Series of Poker 2017

O ano de 2016 foi, com certeza, o mais importante da carreira de Kenny Hallaert no poker. O belga chegou à mesa final do Main Event da WSOP, sendo um dos últimos November Niners da história, já que, a partir deste ano, o título será disputado três dias após a definição dos finalistas.

O resultado acabou não sendo o que Kenny esperava. Entrando na mesa final com o terceiro maior stack, ele conseguiu apenas a sexta colocação, levando US$ 1.464.258, de longe o maior prêmio de sua carreira ao vivo. Além do dinheiro, o belga ganhou muito conhecimento, pois fez coach com ninguém menos do que Fedor Holz.

A melhora em seu jogo já deu resultados em 2017. Kenny foi um dos campeões do SCOOP, superando as 789 entradas do Evento #29-H ($1.050 8-Max NLH) para levar quase US$ 150 mil, seu maior prêmio online. Mas antes mesmo de ser um November Niner e vencer um SCOOP, ele já era conhecido na comunidade do poker por um motivo curioso: suas planilhas.

Há alguns anos, ele passou a disponibilizar online uma planilha contendo todos os torneios de poker que acontecem em Las Vegas durante o verão, incluindo buy-ins, horários e até o rake cobrado em cada cassino. A planilha pode ser baixada clicando aqui e é de grande utilidade para quem busca a forra na “cidade do pecado”.

Em entrevista ao SuperPoker, o belga falou sobre o fim do November Nine e o coach que teve com Fedor Holz, comentou o título no SCOOP e ainda explicou como surgiu a ideia de criar a planilha. Confira!

Kenny Hallaert
Kenny Hallaert

O que você achou do fim do November Nine? No ano passado, você preferia ter jogado a final em julho?

Ano passado acho que eu não me importaria em ter continuado o torneio, ainda estava com aquela adrenalina, mas também foi bom ter três meses até a final. Tive tempo para me preparar, pude estudar, trabalhar o meu jogo, o que não será possível para os finalistas deste ano. Acho que pode acabar sendo melhor para a mesa final no geral, porque as pessoas ainda estarão no ritmo, não terão tempo para se preparar, então poderemos ver abordagens diferentes. A atmosfera com certeza será diferente, porque no ano passado tivemos tempo para que as torcidas e as famílias viessem para apoiar, mas para o nível do jogo acredito que será algo bom.

Como você se preparou para o November Nine?

Quando eu alcancei a mesa final conversei com o Fedor Holz, que aparentemente é um bom jogador (risos), e tive coach com ele e com outros jogadores que ele recomendou. Nós montamos um bom plano e eu fiquei muito feliz com o coach, aprendi muito. Infelizmente o resultado não foi o que nós esperávamos, pois comecei com o terceiro maior stack e caí em sexto, mas apesar disso foi uma experiência incrível. Esse ano estou de volta e irei tentar melhorar o resultado do ano passado, lógico que, sendo realista, as chances são muito pequenas, mas existem, então porque não tentar?

Você já era conhecido por criar a planilha de torneios de Las Vegas. Como surgiu essa ideia?

Eu fiz a primeira planilha em 2010, apenas para mim, porque eu estava tendo dificuldades para montar minha programação para Las Vegas. Eu coloquei todos os torneios na planilha, apenas para facilitar minha vida, e enviei para alguns amigos. Continuei fazendo nos anos seguintes e os amigos começaram a encaminhar para outros amigos, a partir daí foi um efeito “bola de neve”. Até hoje, eu ainda faço a planilha pensando em mim, mas é claro que eu não me importo de compartilhá-la com outras pessoas, é muito útil, é a minha contribuição anual para o mundo do poker.

Kenny Hallaert
Kenny Hallaert

Recentemente você venceu um título do SCOOP. Qual a importância dessa vitória para a sua WSOP?

Foi muito legal ganhar um evento do SCOOP, ainda mais do High, com um bom prêmio para o campeão. Fiquei muito feliz, foi minha maior premiação online na carreira, tem a ver também com o coach que eu tive para o November Nine. Eu aprendi demais e foi bom colocar todo esse aprendizado em prática, eu sinto que, se não tivesse sido mesa finalista na WSOP, não teria ganhado esse evento, porque meu jogo melhorou muito nos últimos seis meses. Ganhar um evento desses é uma sensação ótima e me deu muita confiança para a WSOP, posso jogar mais relaxado porque tive esse grande prêmio, estou ansioso pelo resto da série, terei muitas oportunidades para fazer grandes torneios.

Você pensa em jogar o High Roller for One Drop?

Eu nunca tive planos de jogar esse torneio, eu raramente jogo High Rollers e US$ 111 mil ainda é bastante dinheiro para mim. Eu poderia ter vendido parte da minha ação, seria uma opção, mas eu raramente faço isso, prefiro jogar outros eventos. Eu gosto do poker em geral, não importa se é o Colossus de US$ 565, o Main Event de US$ 10 mil ou um torneio online de US $50, eu tento sempre dar o meu melhor, não importando o buy-in.

Para você, quem é o favorito para levar o High Roller?

Há tantos jogadores bons que é complicado dizer quem é o favorito. O Fedor com certeza é um grande jogador, acabou de ganhar dois High Rollers do Aria consecutivos, então eu não me importaria em apostar nele. Mas todos os herois estão nesse torneio, então vai depender um pouco de como as cartas virão.

Mas para quem vai sua torcida?

Posso dizer que torço para Fedor. Como eu disse, ele foi meu coach antes da mesa final e é um cara que tem os pés no chão, uma ótima pessoa no geral, então ficaria feliz se ele ganhasse.

DÊ CALL NO SUPERPOKER!

Turbine seu jogo, receba conteúdos exclusivos,
análise de mãos, chamadas para aulas ao vivo e promoções gratuitas.

Concordo com os termos de uso e privacidade do SuperPoker, que declara não repassar os dados a outras empresas.