COMPARTILHAR
Gustavo Vascão - Campeão Main Event BSOP Curitiba
Gustavo Vascão - Campeão Main Event BSOP Curitiba

O foco foi a chave da vitória de Gustavo Lopes, o “Vascão”, no Main Event do BSOP Curitiba. O jogador de Brasília-DF e torcedor fanático do Vasco da Gama superou o field de 761 entradas para ficar com o prêmio principal de R$ 304 mil. Muito concentrado durante toda a mesa final, ele contou que sequer sabia quais eram os payjumps, e só se deixou levar quando a vitória já estava garantida.

“Eu estava entalado com as traves”, contou Vascão. “Eu passei o torneio inteiro muito focado, eu só vibrei na última mão. Eu estava tão focado que foi ali que eu me soltei, agora estou começando a relaxar, estou satisfeitíssimo. Por ser um hobby, eu preciso da retaguarda, então se não fosse minha esposa, meu filho, meu pai, minha mãe, meus amigos, que sabem quem são, meus coaches com quem eu estudei, cada um tem um pedacinho desse troféu lindo e maravilhoso.”

No último break antes da definição do torneio, Vascão estava falando com o filho no celular, dizendo que já estava na hora de dormir. Com Pietro, de seis anos, já na cama, o pai conquistou a maior vitória de sua trajetória no poker. “Ele não tem muita noção ainda não, ele é meio novo, acha que o papai dele brinca de jogo da memória (risos). Mas vou falar pra ele, amanhã estou lá, beijando ele, a esposa, pai, mãe, a família, amanhã estamos juntos todo mundo.”

Gustavo Vascão - Campeão Main Event BSOP Curitiba
Gustavo Vascão – Campeão Main Event BSOP Curitiba

Para o campeão, o momento chave do torneio aconteceu no 3-handed, onde ele aproveitou que Pedro Todorovic estava short para colocar pressão em Éder Ferronato, abrindo grande vantagem em fichas. Na mão final do torneio, com o flop mostrando 763, a ação terminou em all in e Éder estava dominado com Q7 contra o A7 de Vascão, que confirmou o título no turn 8 e river T.

“O Pedrinho estava muito short, e o Éder também percebeu, aí eu comecei a apertar o Éder. Eu evitava os blinds do Pedrinho, porque não queria que ele caísse, comecei a sangrar o Éder, mas ele joga muito bem, percebeu isso. Mas eu acho que o torneio foi ganho mesmo no 3-handed, lógico que tem outras mãos, como o QQ x TT que eu voltei para o jogo, mas o heads-up foi ganho no 3-handed, sem dúvida.”

Pódio - Main Event BSOP Curitiba
Pódio – Main Event BSOP Curitiba

Para Éder Ferronato, jogador regular com várias mesas finais e títulos de BSOP no currículo, restou o segundo lugar e o prêmio de R$ 185.160. Apesar de não levar o título, ele comemorou o resultado. “É um pouco frustrante estar tão perto de cravar um evento desse tamanho do BSOP e acabar em segundo, então você fica frustrado, mas pensando bem o resultado é muito bom”, disse Éder. “É muito difícil chegar, então tem que valorizar a segunda colocação minha. Fico triste por não ter ganhado, mas feliz por ter chegado.”

Um assumido recreativo, Vascão falou sobre a alegria de superar grandes profissionais, valorizando quem vive do poker. “Isso aí é muito satisfatório, eu fico feliz porque é um desafio”, explicou. “É hipocrisia eu falar que não ligo para o dinheiro, é óbvio que eu quero o prêmio, corro atrás do troféu, mas tem que estudar. Eu admiro muito quem vive dessa profissão, que é muito difícil, a gente que leva como hobby tem que ter disciplina, imagina o cara que vive disso. Eu só tenho a aprender com eles, cada etapa é um aprendizado, sem dúvida”.

Confira todas as eliminações da mesa final na cobertura do Mebeliska.

1 – Gustavo “Vascão” Lopes – R$ 304.000

2 – Éder Ferronato – R$ 185.160

3 – Pedro Todorovic – R$ 131.270

4 – José Carlos “Belém” Latorraca – R$ 99.100

5 – André Busato – R$ 78.500

6 – Robson Rodrigues – R$ 59.400

7 – Fábio Kokubu – R$ 42.600

8 – Eduardo Della Costa – R$ 29.100

DÊ CALL NO SUPERPOKER!

Turbine seu jogo, receba conteúdos exclusivos,
análise de mãos, chamadas para aulas ao vivo e promoções gratuitas.

Concordo com os termos de uso e privacidade do SuperPoker, que declara não repassar os dados a outras empresas.