COMPARTILHAR
Igor Marani, campeão do High Roller - 3ª etapa CPH 2017
Igor Marani, campeão do High Roller - 3ª etapa CPH 2017

Quando foi formada a mesa final do High Roller da terceira etapa do CPH, uma coisa ficou clara: quem quisesse conquistar o título não teria vida fácil. A escalação dos finalistas contou com vários jogadores que são presença constante no circuito paulista e sabem muito do jogo. Eram eles: Fernando Grow, Daniel Aziz, Rafael Perri, Nicky Tirta, Marcelo Giordano, Bruno Marino, Caio Brogui, Lulu Helipa e Igor Marani.

Ao fim de uma disputa emocionante, melhor para Marani, que bateu Marino no heads-up, garantindo o título e R$ 55 mil após se superar duas vezes. Na primeira, com 10 left e na bolha da mesa final oficial, ele era o short stack, e na segunda, na hora do heads-up, quando reverteu a vantagem de 3 para 1 em fichas.

“Na semana passada, eu cheguei na FT de outro High Roller e também estava short stack, perdi uma mão para a Milena e sobrei com um blind e meio, mas soube esperei o melhor momento e acabei cravando”, contou com o campeão. “Hoje também fiz a mesma coisa. Eu era o mais curto, mas não estava tão short, 10 blinds na mesa final é bastante blind, eu soube pilotar e esperar a hora certa. Achei o momento contra o Michel Saad, com KK contra A7 dele, e a partir daí as coisas fluíram.”

Mesa final do High Roller - 3ª etapa CPH 2017
Mesa final do High Roller – 3ª etapa CPH 2017

Marani também não poupou elogios ao seu adversário no heads-up, destacando a habilidade de Marino e a importância da paciência para reverter a situação. Na mão decisiva, o flop trouxe 536, com duas de paus, e a ação terminou em all in. O campeão abriu J4 com a queda para a sequência, enquanto Marino tinha K3 de paus, com o menor par e o flush draw. O turn J deu a liderança para Marani e o 2 no river completou a sequência dele, encerrando o torneio.

“Eu acho o Bruno um dos melhores jogadores daqui, ele jogou muito bem a mesa final, acho que ele foi o melhor jogador dessa FT”, disse Marani. “Ele deu um call pré-flop com AA que acabou tomando todas as fichas do cara, transformando a mão dele em blefe e levando o call do K, achei uma jogada muito boa. Mas no heads-up eu tenho bastante experiência online, joguei bem tranquilo, blind a blind, shovei quando achei que tinha que shovar e acabou dando certo, estamos aí.”

A mão citada por Marani foi capturada na cobertura do Mebeliska e decretou a formação do heads-up. Confira.

Eliminação Rafael Perri no High Roller do CPH
Eliminação Rafael Perri no High Roller do CPH
Eliminações da mesa final

9º lugar – Daniel Aziz – R$ 5.000
Daniel Aziz foi o primeiro finalista eliminado ao se envolver em all in pré-flop contra Rafael Perri. O 88 de Aziz não teve chances contra o AJ de Rafael no board K4QTA.

8º lugar – Caio Brogui – R$ 6.000
O youtuber e amante do esporte da mente Caio Brogui ficou com a oitava posição. Com o board mostrando 4287, sem chances de flush, Brogui foi all in com 87 para dois pares e recebeu o call de Rafael, que tinha 22 para uma trinca. O river 9 decretou a eliminação de Brogui.

7º lugar – Fernando Grow – R$ 7.500
O campeão brasileiro Fernando Grow foi o próximo a dizer adeus ao torneio. Em all in pré-flop, o A7 de Grow estava dominado pelo AJ de Marino e não encontrou ajuda do board.

6º lugar – Nicky Tirta – R$ 10.000
Marino também foi o carrasco da próxima eliminação, mandando Nicky Tirta para o chuveiro após all in pré-flop. Marino ganhou o flip com QT contra o 88 de Tirta, no board 42Q7K.

Pódio do High Roller - 3ª etapa CPH 2017
Rafael Perri, Igor Marani e Bruno Marino

5º lugar – Marcelo Giordano – R$ 13.000
Marcelo Giordano, que é bicampeão do Main Event do CPH, ficou com a quinta colocação. Após ir all in do botão com AJ, ele encontrou Marani no small blind com KK e até acertou um J no flop, mas não conseguiu acertar os outs para se manter vivo.

4º lugar – Lulu Helipa – R$ 18.000
A bolha dos troféus ficou com Lulu Helipa, que tentou pegar Marino no blefe. Com o board mostrando T533Q, Marino colocou Helipa em all in no river e recebeu o call de 22, mostrando a trinca com A3 para eliminar mais um adversário.

3º lugar – Rafael Perri – R$ 23.000
Com o board mostrando K54A4, com três cartas de copas, Marino liderou o river colocando Rafael em all in e recebeu o call. Marino tinha AA para o top full house, enquanto Rafael abriu apenas K6 e foi eliminado em terceiro lugar.

DÊ CALL NO SUPERPOKER!

Turbine seu jogo, receba conteúdos exclusivos,
análise de mãos, chamadas para aulas ao vivo e promoções gratuitas.

Concordo com os termos de uso e privacidade do SuperPoker, que declara não repassar os dados a outras empresas.