COMPARTILHAR
Joao Simão - PokerStars Caribbean Adventure

A quinta-feira (2), não começou da melhor forma para o craque João Simão no High Roller do EPT Monte Carlo, que logo no início do torneio teve que efetuar um rebuy. Mas, após a reentrada, as coisas começaram a mudar para o mineiro.

Pouco tempo depois de ingressar em uma nova mesa, o jogador puxou um grande pote e figura entre os maiores stacks do torneio. O adversário da mão em questão foi o australiano Michael Addamo.

VEJA MAIS: Mão de Lex Veldhuis ganha como a reviravolta mais cruel em eleição do PokerStars

Nos blinds 200/500, com big blind ante de 500, João Simão 3-betou para 3.700 fichas, após raise inicial de Addamo. Após os demais jogadores foldarem, o australiano deu call.

Após o flop trazer 955, o brasileiro c-betou para 2.500 e recebeu call do adversário. Um J apareceu no turn e a ação se repetiu, mas dessa vez com o representante verde e amarelo disparando 10.500.

Um K completou o board e Addamo foi de check/all in, após mais uma aposta do brasileiro, dessa vez de 13.000. Com o menor stack e tendo pouco mais de 20.000 fichas para trás, Simão deu call.

No showdown, o adversário mostrou T9, que não foi o suficiente, já que o brasileiro possuía KQ. Com um par maior, Simão saltou para mais de 100.000 fichas, enquanto o australiano restou com cerca de 30.000.

Outro brasileiro que também está disputando este torneio é o PokerStars Team Pro André Akkari. Assim como Simão, o jogador teve um bom início e possui pouco mais que o stack inicial.

Abra a sua conta no maior site de poker do mundo clicando aqui.

DÊ CALL NO SUPERPOKER!

Turbine seu jogo, receba conteúdos exclusivos,
análise de mãos, chamadas para aulas ao vivo e promoções gratuitas.

Concordo com os termos de uso e privacidade do SuperPoker, que declara não repassar os dados a outras empresas.