COMPARTILHAR
John Cynn e Tony Miles - WSOP 2018
John Cynn e Tony Miles - WSOP 2018

Apesar da longa duração do heads-up do Main Event da WSOP, uma das mãos que mais causou polêmica foi a última do torneio. Nas redes sociais, muitos acusam Cynn de dar um slowroll em Miles.

A jogada aconteceu nos blinds 2.000.000/4.000.000, com antes de 500.000. Cynn abriu para 9 milhões do botão com KJs e Miles aplicou a 3-bet para 34 milhões com Q8o. No flop KK5, Miles apostou 32 milhões e Cynn pagou.

VEJA MAIS: Campeão no ano passado, Scott Blumstein ameaça não jogar Main Event da WSOP 2019

O turn trouxe um 8, com duas cartas de copas e duas de ouros no board, e Miles foi all in de 114 milhões. Com uma trinca, Cynn pensou por mais um minuto, mas acabou pagando e vendo que o oponente estava drawing dead.

Enquanto muitos dizem que Cynn deu um slowroll, já que nunca foldaria a trinca de K nessa situação, outros defendem o americano. Afinal, após tantos dias longos de poker e um heads-up dos mais cansativos, ele só queria um minuto para pensar naquela jogada. E você, o que acha?

A cobertura do SuperPoker na WSOP é patrocinada pelo Bodog e conta com o apoio do H2 Club e do BSOP. Clique aqui para abrir sua conta no Bodog.

DÊ CALL NO SUPERPOKER!

Turbine seu jogo, receba conteúdos exclusivos,
análise de mãos, chamadas para aulas ao vivo e promoções gratuitas.

Concordo com os termos de uso e privacidade do SuperPoker, que declara não repassar os dados a outras empresas.