COMPARTILHAR
José Carlos campeão do 6-handed do BSOP Brasília
José Carlos campeão do 6-handed do BSOP Brasília

Um dos torneios mais aguardados do cronograma do maior circuito de poker do hemisfério sul é o 6-handed. Por causa da mesa mais curta, o jogo tem muito mais ação, fazendo com que os jogadores precisem se movimentar mais. Esse cenário faz com que diversos profissionais prefiram a modalidade, fazendo o field ser um dos mais qualificados.

O resultado do field técnico foi uma complicada mesa final. O título ficou com José Carlos Barbosa, que conquistou o prêmio de R$ 42.150. “Esse é o primeiro troféu de BSOP e graças a Deus o de campeão”, comemorou o campeão, que revelou uma antiga magoa. “Em 2018, eu praticamente bolhei a mesa final do Millions, o que me deixou muito magoado, o prêmio financeiramente foi maior que esse, mas esse título tira totalmente esse sentimento”.

VEJA MAIS: [AO VIVO] – Mesa Final do Main Event do BSOP Brasília

O campeão falou sobre a grande batalha na mesa final contra os principais nomes do poker. “Entrar na decisão com um field desse é sempre muito difícil, todos os torneios possuem jogadores muito qualificados. Ganhar um evento desses me deixa muito honrado, porque sabemos que jogamos contra os melhores do Brasil”.

Mesa final do 6-handed do BSOP Brasília
Mesa final do 6-handed do BSOP Brasília

A competição contou com 161 inscritos. O elevado número de inscritos superou facilmente o garantido inicial e distribuiu quase R$ 200 mil.

O jogador falou da adaptação da estratégia para o formato 6-Max. “A gente precisa balancear mais o range, analisar os adversários para poder ser agressivo nos momentos mais oportunos.”

Pódio do 6-Handed do BSOP Brasília
Pódio do 6-Handed do BSOP Brasília

Mesmo enfrentando craques como Alexandre Mantovani, Ramon Sorgatto e Diego Falcone, José Carlos impôs seu jogo e sempre se manteve entre os principais stacks da decisão. “Depois que consegui fazer bastante ficha, procurei abrir muitas mãos e colocar pressão. Quando percebi que alguns adversários estavam olhando muito o payjump, aproveitei para apertar em alguns spots. Acabou dando certo”, falou sobre a estratégia na mesa final.

O heads-up foi contra Leandro Liguori. Apesar de iniciar com uma grande vantagem, José Carlos teve um complicado confronto. A batalha durou quase uma hora até a confirmação do título. Com o vice-campeonato, o jogador somou R$ 29.090 ao bankroll.

Confira a classificação da mesa final:

1º – José Carlos Barbosa – R$ 42.150

2º – Leandro Liguori – R$ 29.090

3º – Alexandre Mantovani – R$ 21.970

4º – Danton Gomes – R$ 16.620

5º – Ramon Sorgatto – R$ 12.665

6º – Diego Falcone – R$ 9.890

7º – Matias Vlajkovic – R$ 7.520

Abra sua conta no maior site de poker do mundo clicando aqui.

DÊ CALL NO SUPERPOKER!

Turbine seu jogo, receba conteúdos exclusivos,
análise de mãos, chamadas para aulas ao vivo e promoções gratuitas.

Concordo com os termos de uso e privacidade do SuperPoker, que declara não repassar os dados a outras empresas.