COMPARTILHAR
Juliano Sasseron - BSOP Online
Juliano Sasseron - BSOP Online

Ouvindo os fãs das modalidades mistas, a organização do BSOP Online inseriu um torneio de HORSE no cronograma do evento. A competição contou com 154 entradas e o grande campeão foi Juliano Sasseron, o “zazzeron” do online.

“É difícil explicar.  A emoção é algo muito pessoal, mas para resumir em uma palavra: espetacular”, falou o campeão sobre a sensação de vencer um evento online do maior circuito de poker do hemisfério sul.

VEJA MAIS: Domínio brasileiro e sucesso de inscritos: BSOP Online distribui mais de US$ 1,4 milhão

Apesar de apaixonado pelo esporte, Juliano teve a oportunidade de disputar o BSOP apenas em duas vezes. Mesmo assim, o recreativo já possui um grande resultado na série. “Ano passado, cheguei à mesa do 6-max do BSOP Millions. Apesar do excelente resultado, por ser a segunda vez que joguei o evento, ficou um gostinho de quero mais”.

Mesmo as modalidades menos populares tendo ganhado recentemente um apelo maior no poker brasileiro, o campeão fez questão de exaltar a qualidade do field do torneio. “Hard. Muitos nomes conhecidos e excelentes jogadores. Acredito que isso dê ainda mais destaque ao título”.

Juliano seguiu falando sobre as peculiaridades de disputar diversos jogos em apenas um torneio. “É prazeroso a mudança de estilo dentro do torneio, isso exige uma alta capacidade de adaptação e apurada técnica para se dar bem em todas modalidades”.

VEJA MAIS: Adam Owen comemora vitória no PLO Hi-Lo do BSOP Online: “Fiquei orgulhoso”

Para alcançar o título do torneio, Juliano precisou superar um dos precursores do poker o país no heads-up, Leandro Brasa. O jogador compartilhou a trajetória na reta final. “A mesa final era repleta de feras e tive que suar para conseguir manter meu jogo. O heads-up foi bastante intenso, não tive vida fácil. Fiquei atrás um bom tempo, mas no fim o baralho sorriu pra mim e eu sorri de volta”.

O jogador aproveitou a oportunidade para elogiar a iniciativa da criação do BSOP Online. “Excelente a iniciativa. Com o avanço da pandemia ficou impossível realizar o evento ao vivo e a atitude da organização foi extremamente sensata. Além de tudo, facilitou para mais pessoas jogarem a série. Uma pena não ter o troféu (risos)”.

O campeão encerrou dedicando o título do torneio. “Ao pessoal que joga no Believe e que torceram por mim, mas principalmente para minha família, em especial à minha filha que não dormia e ficou no meu colo durante boa parte da mesa final”.

Abra sua conta no maior site de poker do mundo clicando aqui.

DÊ CALL NO SUPERPOKER!

Turbine seu jogo, receba conteúdos exclusivos,
análise de mãos, chamadas para aulas ao vivo e promoções gratuitas.