COMPARTILHAR
Lex Veldhuis - EPT Monte Carlo
Lex Veldhuis - EPT Monte Carlo

Lex Veldhuis é, sem dúvidas, o maior streamer de poker do mundo. O PokerStars Team Pro soma mais de 232 mil seguidores no Twitch e uma legião de fãs fiéis construída nos últimos quatro anos nos quais transmite seu grind ao vivo com frequência.

No mês passado, durante o SCOOP, o holandês atingiu uma marca histórica. Transmitindo sua participação no Main Event High, Lex superou a marca de 57 mil espectadores simultâneos, um novo recorde entre os streamers de poker. Além disso, chegou a liderar a audiência entre todos os canais do Twitch.

VEJA MAIS: Último dia do BSOP Online terá decisão do Main Event, High Roller e mais dois torneios

Segundo o PocketFives, o profissional acumula mais de US$ 1,5 milhão em premiações online na carreira. No circuito ao vivo, são quase US$ 700 mil em resultados, de acordo com o HendonMob. A carreira do jogador começou marcada pelo estilo de jogo super agressivo nos cash games.

Lex Veldhuis - EPT Barcelona
Lex Veldhuis – EPT Barcelona

Depois, no entanto, Veldhuis migrou para os torneios e, com o apoio do PokerStars, decidiu se aventurar como streamer. Desde então, o holandês nunca mais olhou para trás, acumulando fama, seguidores e sucesso na plataforma. Em longa entrevista exclusiva concedida ao SuperPoker, o craque falou sobre sua trajetória, os segredos para o sucesso, sua opinião sobre os brasileiros e muito mais. Confira.

Pensando em quando você começou, imaginava que se tornaria o maior streamer de poker?

É estranho, porque não é algo que você pensa “Eu vou me tornar o número um, há uma grande possibilidade disso”. O que eu acho que é realmente importante é ter o desejo de se tornar o número um. Quando eu comecei, não estava pensando “serei o primeiro e como posso fazer isso?”. Era mais algo como o que posso fazer para mostrar meus talentos e atingir o tom e o estilo que eu mais gosto. Ver o que mais combina com a minha personalidade e como fazer isso da melhor forma possível.

VEJA MAIS: Transmissão do Main Event do BSOP Online receberá participações especiais; confira

Além disso, também pensei no que a concorrência não fazia e que eu acreditava que funcionaria bem na plataforma. Por exemplo, quando eu comecei a streamer, muitos me desencorajaram de jogar nos fusos horários europeus. Todos me diziam que não funcionaria, que eu não conseguiria, que não existiria audiência. Mas pensei comigo mesmo que os europeus também amam poker, muitas pessoas jogam durante o dia na Europa e obviamente amam assistir poker. Tudo isso me fez pensar que tinha muito para adicionar à plataforma. Tem sido uma trajetória maluca e eu nunca imaginei que chegaria a esse ponto.

Lex Veldhuis
Lex Veldhuis
Qual você acredita ser o motivo do seu sucesso?

Eu acho que ofereço algo na plataforma que não existia antes. Alguém que também trouxe coisas novas e que me motivou foi o “Tonkaaaa”, Parker Talbot, pois ele trazia uma energia diferente do que as pessoas estavam fazendo antes no Twitch. Ele era muito mais emocional, aberto, tanto para o bem quanto para o mal.

Antes disso, acho que todos eram muito seguros, as pessoas eram legais, streamers eram super educados. Eu não acreditava, pessoalmente, que isso representava como o poker é para mim. Poker é extremamente errático, tem altos e baixos muito extremos, então é assim que eu sempre vi o jogo. Eu senti que, em termos de personalidades diferentes, havia um grande espaço vazio, e acredito que eu preenchi parte disso. Por exemplo, fui uma das primeiras pessoas a começar a xingar nas transmissões, e apenas falar da maneira que falo normalmente, da maneira que eu conversaria com os meus amigos.

VEJA MAIS: Rafael Correa é campeão do Deep Stack 6-Max do BSOP Online

Também sempre fui um fã da plataforma, era um ávido espectador do Twitch antes, assistia por horas. Criei minha conta em 2009, então sete anos antes de começar a transmitir eu já assistia Twitch. Eu sei quem são os streamers, tenho amigos nos Esports, comecei minha carreira nos jogos e conheci o poker através dos jogos. Por isso, eu falo essa linguagem, entendo os memes/piadas/humor, as coisas que as pessoas assistem. Eu assisti todos esses streamers, então as pessoas se relacionaram e se conectaram comigo de uma maneira incrível através da plataforma.

Lex Veldhuis - EPT Monte Carlo

Além disso, consistência, esteja lá, esteja lá, esteja lá. Acho que nunca tirei um dia de folga no calendário, óbvio que eu não transmito sete dias por semana, mas se digo que estarei lá de segunda a sexta, então estarei lá de segunda a sexta. Acho que eu nunca cancelei uma transmissão, talvez uma vez no primeiro ano. Isso é algo muito importante no Twitch e que às vezes as pessoas esquecem.

O que o PokerStars significa para sua carreira?

Quando eu penso sobre minha carreira no poker, eu sinto que eu e o PokerStars estamos entrelaçados. Quando eu comecei a escrever blogs e jogar cash games mais altos… lembro que foi aqui que eu comecei, jogando dinheiro fictício no PokerStars e mesas de centavos. Eu grindei desde o cash game de buy-in US$ 2 até as mesas de buy-in de US$ 40.

O site praticamente descreve minha carreira no poker, todos os momentos felizes que eu me lembro foram lá. Estou com eles há 11 anos, já passei por jogar muitos torneios live, jogar cash game high stakes, jogar online, cash game de PLO e agora como streamer. É um relacionamento longo e eu me sinto em casa. O time sempre foi muito criativo comigo, especialmente nos últimos anos.

Apenas para dar uma ideia de quão importante o PokerStars tem sido para mim, eu estava dividido porque queria começar a streamar, mas é difícil para mim fazer grandes mudanças. Eu não me importo em mudar, mas isso era algo tão grande, que eu estava dividido. Eu pensava “Farei isso, eu provavelmente vou gostar”, mas também precisava jogar e eu queria jogar Omaha, ganhar dinheiro e essas coisas.

Lex Veldhuis
Lex Veldhuis

Então, o PokerStars me disse: você pode deixar tudo que está fazendo, tudo que está no contrato, e nós te daremos o espaço em termos de objetivos mensais que você precisaria atingir. Apenas vá com calma, veja o que acontece, faça o que precisa fazer, nós te daremos dois meses de “folga”. Não é como se eles estivessem me direcionando a alguma coisa, tudo que eles disseram foi “se você não jogar por dois meses ou algo assim, não tem problema. Não se preocupe com nada. Apenas faça”.

VEJA MAIS: “kriispirolls” crava Mini Main Event do BSOP Online e conquista maior prêmio da carreira

Isso me deu o tempo, espaço e conforto para realmente me dedicar, então comecei a streamar e nunca olhei para trás.
Com o Lex Live, eles são um grande apoio para mim, em termos de conhecimento sobre organizar torneios ao vivo, conselhos sobre satélites e todo o resto. Então eu acredito que é um relacionamento ótimo, onde trocamos ideias e chegamos a boas soluções um bom conteúdo, que as pessoas gostam. É um relacionamento muito natural, eles são incrivelmente importantes para mim.

Como você vê a comunidade brasileira do poker?

Paixão, paixão, paixão ao máximo. Eu já estive no Brasil, fui para Natal (RN) treinar kick boxing e joguei poker em alguns clubes com brasileiros. A maneira que eles falam do poker, e como são fãs do jogo, é insano.

Alguns dos melhores jogadores do mundo são brasileiros, Akkari é obviamente uma lenda do poker brasileiro. É insano a maneira como as pessoas se relacionam com o poker, veja o Neymar, um cara que é tão bem sucedido e tem tanto dinheiro, veja como ele fica feliz quando joga, mesmo limites menores. A paixão pelo jogo é empolgante. Há muitos grinders brasileiros de qualidade, e eu acho que o Brasil é um dos países do mundo que simplesmente ama o poker, eu aprecio vocês por isso.

Lex Veldhuis - EPT Barcelona
Lex Veldhuis – EPT Barcelona
VEJA MAIS: “Renbrant” vence Turbo Progressive KO do BSOP Online após ficar com apenas cinco blinds
Qual é a melhor e a pior parte de ter milhares de pessoas assistindo você jogar?

A melhor parte é que você tem muitas pessoas torcendo por você, vivendo o momento com você. Algumas pessoas estão tão envolvidas que não conseguem nem assistir seus all ins, elas fecham os olhos quando você está em all in em um grande torneio. As pessoas também ficam brava quando você perde, é um apoio muito bom.

É como jogar uma final de Wimbledon, quando você está em um grande torneio, mas não é um público qualquer, são seus amigos. São as pessoas que você conhece, e está todo mundo torcendo por você. O apoio, a comunidade, tudo em torno disso com certeza é uma das melhores coisas.

Acho que uma das coisas que é um pouco irritante é quando você perde uma mão… Por exemplo, você perde KK vs AA. É algo que acontece e sabemos que KK é uma mão tão forte que você simplesmente vai com ela. E daí depois de perder, as pessoas literalmente vão te dizer: “você deveria saber, deveria ter sido menos agressivo, talvez se tivesse visto o flop você conseguiria escapar”.

Nós os chamamos de “profissionais do chat”. São o tipo de pessoa que tentam dar conselhos ou críticas às suas jogadas em certas situações e isso pode ser um pouco frustrante. Você joga uma mão e já é irritante se você é eliminado, daí quando o delay alcança, você revive aquele momento. É como se as pessoas cutucassem a ferida falando “você deveria ter jogado diferente, feito isso ou isso”. É algo que fica irritante em sessões longas e todo streamer passa por isso e fica um pouco irritado. Não é aquele o momento, mesmo que seja uma crítica construtiva, não é o momento.

VEJA MAIS: Dia Final do Main Event do BSOP Online tem 52 classificados; holandês é o chip leader

Fora isso, é 99% positivo, então não acredito que exista uma grande desvantagem em streamar para muitas pessoas, até porque, para ser honesto, eu gosto que as pessoas estejam lá para me julgar. Eu gosto da pressão de pessoas assistindo e saber que elas estão assistindo.

Lex Veldhuis
Lex Veldhuis
Como você lida com os trolls e os haters?

É uma boa pergunta. Eu gosto dos trolls, dos engraçados. Às vezes há trolls que pensam que são divertidos, mas são apenas maldosos e irritantes. Eu gosto quando os trolls fazem piada comigo, dizem alguma coisa legal e depois transformam isso numa brincadeira, ou escrevem uma mensagem que eu não esperava. Eles podem se referir a uma mão que joguei mal no passado, mas de uma forma divertida. Eu gosto desse tipo de troll com um bom senso de humor.

Quando o assunto são os reais haters, uma das melhores coisas a se fazer é você moldar sua comunidade, o seu canal, acho que isso vale para tudo, não apenas streaming. Se alguém está sendo persistentemente odioso ou crítico sem razão, ou se falam coisas sem sentido e você percebe que eles simplesmente não gostam de você, não há o que você possa fazer.

Se algo positivo acontece, eles não falam nada, se é algo negativo são os primeiros a aparecerem. No Twitch, eu dou ban nessas pessoas, e no Youtube ou Twitter eu apenas silencio esses perfis para não ver os posts. Eu gosto de debater e conversar, mas a partir de certo ponto não é mais um diálogo. É como se tivesse alguém simplesmente gritando para você, ou sempre sendo negativo, então eu não sinto a necessidade de me envolver mais. Então eu apenas evito essas coisas.

VEJA MAIS: Luciano Hollanda sofre cooler após acertar flop em cheio no Main Event do BSOP Online

Definitivamente existem alguns trolls que eu respondo mesmo sendo negativos. Normalmente isso acontece quando eu sei que algumas pessoas no chat podem estar com o mesmo sentimento, mas não estão expressando de uma maneira tóxica. Por exemplo, quando alguém diz “eu acho que esse site ou aquele é armado contra mim, eu sou sempre azarado”, esse tipo de pessoas eu gosto de responder, porque sei que se eu fizer delas um exemplo, e expor essas ideias, pode mudar a cabeça de outras pessoas.

Lex Veldhuis
Lex Veldhuis

Mesmo que quatro ou cinco pessoas pensem “esse é um bom argumento, eu deveria pensar mais nisso”, já é uma vitória. Então, se às vezes eu destaco ou me envolvo com trolls é porque acho que há uma boa razão para isso. Mas geralmente, eu apenas tento tirar essa toxicidade da minha vida e não interajo com essas pessoas e esses comentários. É apenas energia desperdiçada.

Qual seu próximo objetivo no poker?

É interessante porque eu estou estudando muito e vejo o estudo como um investimento na transmissão, porque eu sempre coloquei o stream em primeiro lugar. Então eu colocava muito esforço em pesquisar novos gráficos, novas empresas. Fazer o Lex Live dá muito trabalho, discutir coisas com moderadores, fazer promoções, transmissões para a caridade, todo esse tipo de coisa.

Então isso leva muito planejamento, às vezes eu apenas navego o Twitch e vejo canais que eu amo para ver o que as pessoas estão fazendo e buscar inspiração. Mas agora eu realmente estou em um ponto no qual sinto que investir no meu jogo é o caminho certo. Por isso meu objetivo no momento é de dedicar de 20 a 30 horas por mês aos estudos, seria fantástico conseguir isso. Vamos ver quão longe isso vai e até onde posso chegar.

VEJA MAIS: Main Event do BSOP Online esmaga garantido e distribuirá mais de US$ 400 mil

É óbvio que eu aprendo bastante apenas de jogar, e trabalho com pessoas que me dão coaching e tudo mais, mas agora estou me aprofundando mais, o que é difícil, porque transmitir é um trabalho em tempo integral. Transmitir poker é como ter dois trabalhos, mesmo que você não estude nada do jogo, acho que minhas semanas de trabalho tem de 50 a 60 horas, então se eu ainda coloco 5 ou 6 horas de estudo em cima disso, fazendo a matemática você vê quão longos os dias se tornam. Eu tenho que me organizar bem, mas no momento estou muito motivado, tenho trabalhado bastante no meu jogo e estou vendo bons resultados.

Lex Veldhuis - EPT Barcelona
Lex Veldhuis – EPT Barcelona
Que conselho você daria para alguém que quer se tornar um streamer?

Seja consistente, isso é muito importante. Seja consistente. Se você diz que estará lá, esteja lá. Peça a família, amigos, que deixem seu canal aberto no navegador. Essa audiência de 4 ou 5 pessoas significa muito porque vai te colocar à frente de muitas pessoas. Tente conseguir mais seguidores dessa maneira, e quando você disser “estarei lá de segunda a sexta, todo dia às 9h da manhã, esteja lá”.

Não desaponte as pessoas, porque elas não te perdoarão por isso se for a primeira vez que te assistem. Na segunda vez, eles dirão “esse cara disse que começaria às 10h”, e se você não aparecer, elas só vão pensar “dane-se ele, não quero assistir mais”, ou vão esquecer de você. Acho que muitas pessoas não entendem que, se você tem 10 seguidores, é muito importante você cumprir suas promessas para esses 10. Essas pessoas vão falar de você para outras se gostarem do conteúdo. Por isso, acho muito importante valorizar sua audiência, não importa quantos sejam.

VEJA MAIS: Brasileiros invadem a mesa final do US$ 109 Sunday Million; Felipe Badotti é vice-campeão

Cumpra suas promessas. Há tantas pessoas que falam “vou fazer um desafio de 30 dias” e depois desistem no quinto dia. As pessoas não gostam desse tipo de coisa, não diga que você fará um desafio se não for cumprir. Óbvio que existem razões para desistir de algo, mas algumas pessoas tornam isso um hábito.

Lex Veldhuis
Lex Veldhuis

Outra coisa muito importante é ter um layout, ou overlay. Quando as pessoas entram no canal, você precisa ter algo legal para elas verem. Pode ser algo super simples, apenas uma cor, mas tenha uma moldura em volta da mesa, uma moldura para sua câmera, coloque o chat na tela ou não, mas tenha algo, tenha emotes que as pessoas possam usar no chat. Se elas veem que você se esforça, não apenas vão prestar mais atenção, como também vão ver seu comprometimento.

Além disso, há outros streamers, que podem hospedar sua transmissão para milhares de pessoas mesmo você tendo só quatro ou cinco visualizações, porque o canal é bem feito. É um grande fator, então seja consistente, tenha qualidade. Twitch é uma maratona, existe uma grande recompensa possível em termos de satisfação, sucesso, carreira e tudo mais, mas é trabalho. Ninguém chegou a ter um canal grande sem trabalho duro, então você tem que colocar esforço.

Abra sua conta no maior site de poker do mundo clicando aqui.

DÊ CALL NO SUPERPOKER!

Turbine seu jogo, receba conteúdos exclusivos,
análise de mãos, chamadas para aulas ao vivo e promoções gratuitas.

Concordo com os termos de uso e privacidade do SuperPoker, que declara não repassar os dados a outras empresas.