COMPARTILHAR
Marcelo Giordano - Campeão 6-Handed Knockout - BSOP São Paulo
Marcelo Giordano - Campeão 6-Handed Knockout - BSOP São Paulo

Marcelo Giordano é um jogador com diversas conquistas em São Paulo, incluindo o bicampeonato no Main Event da série estadual. No BSOP, no entanto, o profissional ainda não tinha um título. O problema foi resolvido no último dia do BSOP São Paulo, com a vitória entre as 96 entradas do 6-Handed Knockout, levando R$ 26.200 após acordo no 3-handed.

“Já ganhei muitas coisas por São Paulo, mas é meu primeiro título no BSOP”, comemorou Giordano. “Meu primeiro BSOP foi em 2015, se não me engano, então é uma coisa que já venho buscando faz tempo. Não tenho costume de jogar muitos paralelos, mas agora senti esse gostinho de ser campeão pela primeira vez. Vamos ver se consigo viajar para acompanhar outras etapas, estou muito feliz.”

VEJA MAIS: Pedro Henrique Outor é o grande campeão do BSOP São Paulo e impede bi de João Bauer

O título veio como uma ótima forma de amenizar a frustração do dia anterior, quando Giordano foi o décimo colocado no Main Event, bolhando a mesa final não-oficial. No entanto, com a experiência de quem já é profissional há cerca de cinco anos, o paulista soube lidar com a decepção para voltar com tudo no dia seguinte, vencendo o técnico torneio.

Mesa final do 6-handed Turbo Knockout do BSOP São Paulo
Mesa final do 6-handed Turbo Knockout do BSOP São Paulo

“Eu trabalho bastante minha mente para reagir bem a esse tipo de situação”, explicou o campeão. “Já tinha caído uma vez em 11º no Main Event e aquela queda foi pior do que essa, porque agora eu já estava mais preparado. Sei que faz parte do jogo, não tenho do que reclamar. O que mais me cobrei foi de uma ou outra jogada que podia ter feito diferente, mas é usar de aprendizado para buscar torneios maiores”.

VEJA MAIS: Giuseppe Calio vence 6-Handed do BSOP São Paulo em primeira vez na série

Outro fator que valorizou ainda mais a primeira conquista foi o nível do field do torneio, que costuma atrair a maioria dos craques que não estão na reta final de outros eventos. Além de Gustavo Malachias, segundo colocado, e Aldo Dias, que ficou na terceira posição, Giordano enfrentou uma reta final com nomes como Renato Kaneoya, Lincon Freitas, Ramon Sfalsin e Saulo Sabioni.

“É um torneio que não tem bobo, evento de R$ 3 mil. Todo mundo que está jogando ou é profissional ou tem uma malandragem ali, já joga há muito tempo, porque ninguém vai rasgar R$ 3 mil”, contou Giordano. “No finalzinho foi bem legal poder jogar com o Kaneoya, Saulo Sabioni, campeão do ranking no ano passado. Estava bem técnico, fiz 3-handed com um grande amigo meu que é o Aldo, o heads-up com um jogador que sempre está por São Paulo, eu sabia como ele jogava, então foi uma vantagem para mim.”

Confira a classificação final

1 – Marcelo Giordano – R$ 26.200*
2 – Gustavo Malachias – R$ 19.612*
3 – Aldo Dias – R$ 19.612*
4 – Eduardo Andrietta – R$ 11.170
5 – Renato Kaneoya – R$ 9.100
6 – Lincon Freitas – R$ 7.160
7 – Eddy Tafur (Peru) – R$ 5.460
8 – Ramon Sfalsin – R$ 4.250

*acordo

Abra a sua conta no maior site de poker do mundo clicando aqui.

DÊ CALL NO SUPERPOKER!

Turbine seu jogo, receba conteúdos exclusivos,
análise de mãos, chamadas para aulas ao vivo e promoções gratuitas.

Concordo com os termos de uso e privacidade do SuperPoker, que declara não repassar os dados a outras empresas.