COMPARTILHAR
Marcelo Mesqueu campeão do 6-handed do BSOP Gramado
Marcelo Mesqueu campeão do 6-handed do BSOP Gramado

Nessa temporada impressionante de Marcelo Mesqueu, existia um feito que o jogador ainda não possuía: sair de uma etapa do maior circuito de poker do hemisfério sul com dois títulos. Mas essa marca também foi alcançada no BSOP Gramado.

Após vencer o torneio de Heads-Up, Mesqueu também superou todos os adversários no 6-handed e conquistou o bicampeonato na etapa. “Não tem essa de acostumar a vencer. Título é título é sempre bom ganhar, não importa qual torneio”, comemorou o campeão.

VEJA MAIS: Pablo Menezes vence Pot-Limit Omaha do BSOP Gramado e reassume a liderança do ranking da modalidade

Matematicamente o ranking geral do BSOP ainda não está definido, mas o carioca sai de Gramado com uma imponente marca. Faltando o Millions para ser realizado, o jogador já superou a pontuação recorde de Saulo Sabioni na temporada do ano passado. O campeão brasileiro da temporada 2018 alcançou 3.621 pontos, já Mesqueu chega a 3.934 tentos com o título. “Eu entrei nessa etapa do BSOP com dois objetivos, aumentar a vantagem em mais 150 pontos e superar o recorde de pontos na história do BSOP. Creio que aumentei a vantagem em 300 ou 400 pontos e cheguei nessa marca histórica. Consegui os dois objetivos, portanto saio daqui muito feliz”.

Mesa Final do 6-Max do BSOP Gramado
Mesa Final do 6-Max do BSOP Gramado

O jogador falou da expectativa de estar cada vez mais próximo de sagrar-se Campeão Brasileiro de Poker. “Estou sendo muito cobrado, as pessoas falando para eu não parar, não diminuir o ritmo. A minha própria esposa, quando digo que cai perto do ITM, ela me responde dizendo que o pessoal vai falar que eu jogo mal (risos). São cinco mesas finais e duas cravadas, acho que não precisa falar mais nada, os resultados estão surgindo”, comentou o carioca.

VEJA MAIS: Bernardo Dias fala sobre a expectativa com BSOP Millions: “etapa obrigatória”

Mesqueu falou sobre a estratégia para seguir pontuando no BSOP Millions. “Irei jogar só os Mixed Games no dia e, posteriormente, os torneios que vão surgindo. Caso eu caia de um, engato em outro, assim por diante. Minha meta em São Paulo é fazer 500 pontos”.

Três temporadas consecutivas buscando o título do ranking geral, Mesqueu falou sobre a aproximação de alcançar o objetivo dos últimos anos. “Essa temporada é a que eu sinto mais na obrigação de vencer, porque no vice-campeonato para o Affif, foi mérito dele, no ano passado o Saulo não deu chance para ninguém e esse ano quero fazer isso”.

Pódio do 6-Max do BSOP Gramado
Pódio do 6-Max do BSOP Gramado

Conforme é tradicional nas vitórias de Marcelo Mesqueu, o jogador dedicou o título para a família. “A vitória é para a minha esposa, para os meus filhos, mas em especial para a Joana Mesqueu, porque toda etapa ela fala que quer troféu. Filha, essa etapa o papai está levando dois e todos de primeiro”.

Confira a classificação da mesa final:

1º – Marcelo Mesqueu – R$ 35.200

2º – Paulo de Assis – R$ 23.575

3º – Frederico de Arruda – R$ 17.150

4º – Diego Antunes – R$ 13.420

5º – Marcus Nóbrega – R$ 10.750

6º – Gimisson Ribeiro – R$ 8.200

7º – Stephane Dubois (Chile) – R$ 6.420

Abra a sua conta no maior site de poker do mundo clicando aqui.

DÊ CALL NO SUPERPOKER!

Turbine seu jogo, receba conteúdos exclusivos,
análise de mãos, chamadas para aulas ao vivo e promoções gratuitas.

Concordo com os termos de uso e privacidade do SuperPoker, que declara não repassar os dados a outras empresas.