COMPARTILHAR
Affif Prado - BSOP Curitiba
Affif Prado - BSOP Curitiba

A volta do BSOP Curitiba traz um sentimento especial para Affif Prado. Afinal, foi na capital paranaense que o jogador participou de sua primeira etapa na história da série. Se naquela vez, ele apenas começava a conhecer o BSOP, agora ele chega à Curitiba com grandes expectativas.

Affif é o segundo colocado no ranking geral da temporada, estando quase 400 pontos atrás do líder, Marcelo Mesqueu. Apesar da grande distância, ele não desanima e foca em não deixar Mesqueu abrir ainda mais, levando a decisão para o BSOP Millions.

Confira a entrevista com o catarinense que se consolidou como um dos maiores nomes do poker brasileiro nos últimos anos.

Affif Prado - BSOP100
Affif Prado – BSOP100

Estando em segundo no ranking, com que cabeça você chega para esse BSOP Curitiba?

Chego com uma motivação muito boa. Como eu falei no início do ano, queria correr o circuito o ano todo, estou conseguindo bons resultados, estou na disputa. Acredito que o que vai decidir é o Millions, então a minha vontade é seguir entre os três aqui para chegar lá e fazer o máximo possível.

Você já havia jogado aqui? O que acha da cidade?

Já sim, o primeiro BSOP que joguei foi inclusive aqui em Curitiba, lembro até hoje, foi uma situação muito bacana. E algo que tenho marcado, quando entrei no salão, aquele barulho de fichas, cheio de mesas, achei show de bola. E quanto à Curitiba, é onde eu comecei a jogar, é a capital do estado que eu nasci, é um lugar que eu tenho muitos amigos, a galera sempre ali dando força, passando energia positiva, gosto muito mesmo.

Você é especialista no Omaha. É realmente onde você confia puxar muitos pontos?

Realmente é onde eu confio. Mas eu estava vendo que a grade do Millions ano passado teve vários torneios de Omaha, e esse ano não tem tantos, então talvez eu fique meio dividido.

Affif Prado - BSOP100
Affif Prado – BSOP100

Você acha que alguém ainda pode surpreender ou realmente a decisão ficará entre você, Mesqueu, Paulo Gini e Rodrigo Garrido?

Eu acredito que pode haver uma surpresa se alguém se destacar aqui. Alguém que está no Top 20, por exemplo, se chegar longe no Main Event aqui, fazer uma grande pontuação, é possível. Mas no mais, acho que está entre os quatro primeiros mesmo.

Sabendo que você está atrás dos pontos, o pessoal está sendo mais agressivo na bolha?

A maioria altera a dinâmica, mas eu sei utilizar bastante isso. Como eu estou uma diferença bem grande do Mesqueu, mais de 300 pontos, que para se ter uma ideia é como cravar um torneio paralelo com mais de 200 jogadores ou fazer oito ITMs, eu não estou preocupado com bolha. Se eles estão usando essa estratégia para me apertar, está sendo bom para mim, porque eu quero jogar para ganhar mesmo.