COMPARTILHAR
Paulo Joanello - MILLIONS South America
Paulo Joanello - MILLIONS South America

Os brasileiros seguem invadindo as mesas dos classificatórios do Open do MILLIONS South America. O resultado é uma legião de tupiniquins classificados para o Dia 2.

O Dia 1D recebeu 122 entradas e apenas 36 jogadores avançaram para o segundo dia de competição, dentre eles 22 “brazucas”. O chip leader do quarto classificatório foi o brasileiro Paulo Joanello com impressionantes 9.375.000, o segundo no chip count geral.

VEJA MAIS: Marcelo Mesqueu lidera brasileiros classificados no Dia 1B e 1C do Open MILLIONS South America

Quem mais se aproximou do brasileiro no chip count do Dia 1D foi o colombiano Jose Tarazona com 7.485.000. O uruguaio Fabio Goicechea completou o top 3, que ensacou 6.375.000.

Os demais brasileiros que avançaram para o Dia 2 foram Lucas Ferreira (6.290.000), Fabio Silveira (5.230.000), Alexandre Sako (4.585.000), Marcello Rezende (4.455.000), Fábio Vasconcelos (3.605.000), Marcos Cerqueira (3.405.000), Diego Vilela (3.080.000), Lincon Freitas (3.000.000), Ariel Bahia (2.950.000), Paulo Gonçalves (2.695.000), Belchior Barbhalo (2.275.000), Marco Antonio (2.200.000), Celso Sirtoli (2.070.000), Ivan Abadesso (1.810.000), Ricardo Souza (1.705.000), Marcos Ximenes (1.665.000), André Busato (1.655.000), José Pereira (1.645.000), Christian Kruel (1.515.000), Paulo Gini (1.260.000) e Gabriel Sborz (1.135.000).

Somando os classificatórios live e o online, o Open do MILLIONS South America já recebeu 678 entradas e 166 classificados. O Dia 2 acontecerá na segunda-feira (18) a partir das 15h. O torneio será reiniciado nos blinds 40.000/80.000, com ante de 80.000, sendo que a média em fichas está em 2.472.789.

Conheça uma das maiores salas de poker online do mundo! Abra sua conta no partypoker.

DÊ CALL NO SUPERPOKER!

Turbine seu jogo, receba conteúdos exclusivos,
análise de mãos, chamadas para aulas ao vivo e promoções gratuitas.

Concordo com os termos de uso e privacidade do SuperPoker, que declara não repassar os dados a outras empresas.