COMPARTILHAR

Os brasileiros dominaram a edição desta quarta-feira do US$ 530 Daily Supersonic do PokerStars. O torneio contabilizou 204 entradas e teve três representantes do país no Top 5, com direito à título.

O sócio do Samba Team Pedro Padilha (PaDiLhA SP) deixou todos concorrentes para trás e terminou na primeira colocação, embolsando US$ 20.396. No heads-up, superou o compatriota Rodrigo Seiji (seijistar), que levou US$ 15.659 pelo vice. Nagibe007, por sua vez, ficou em quarto lugar (US$ 9.230).

VEJA MAIS: Gustavo Rego fatura o título do Bounty Builder US$ 109 do PokerStars

No US$ 109 Daily Cooldown, com 1.948 participantes, cauee_am chegou na segunda posição e recebeu US$ 15.209. No US$ 109 Battle Royale Late Edition, fdfsilva superou 973 adversários para ser campeão e ganhar US$ 13.292.

Já no US$ 1.050 Daily Cooldown, que registrou 95 participantes em ação, o profissional Yuri Martins (theNERDguy) subiu ao pódio em terceiro lugar e garantiu uma premiação total de US$ 12.522.

Confira outros resultados abaixo:

– Felipe Pfeifer (fpfeifer97) foi primeiro de 702 no Hot US$ 109 (US$ 10.408);

– HowDoWeDo foi terceiro de 9.156 no US$ 22 Mini Battle Royale (US$ 6.835);

– Bessas10 foi segundo de 3.914 no Big US$ 22 (US$ 5.085);

– Fellipe Drapichinski (FellipeD) foi terceiro de 1.734 no US$ 55 Daily Marathon (US$ 4.908);

– Victor Onuki (shaenny) foi segundo de 557 no US$ 109 Battle Royale Early Edition (US$ 4.814);

– Daniel Almeida (thrillsisgone) foi segundo de 3.305 no Evento #173 Low (US$ 11 NLH 8-Max) da Powerfest do partypoker (US$ 4.307);

– Julio Steffen (17netettS_BR) foi primeiro de 903 no Big US$ 33 (US$ 4.069);

– Rodrigo Semeghini (digopapel), do Guerreiros Poker Team, foi sexto de 565 no Hot US$ 215 (US$ 4.048);

Abra a sua conta no maior site de poker do mundo clicando aqui.

DÊ CALL NO SUPERPOKER!

Turbine seu jogo, receba conteúdos exclusivos,
análise de mãos, chamadas para aulas ao vivo e promoções gratuitas.

Concordo com os termos de uso e privacidade do SuperPoker, que declara não repassar os dados a outras empresas.