COMPARTILHAR
Ian Steinman -
Ian Steinman - "Fold do ano" no WPT

Na terça-feira (6), o incrível fold de Ian Steinman contra Joe McKeehen na reta final do Main Event do WPT Rolling Thunder ganhou as manchetes de praticamente todas as mídias de poker. Clique aqui para relembrar a jogada.

Posteriormente, em entrevista ao WPT.com, Steinman comentou seu raciocínio na jogada. “Na minha cabeça, o meu pensamento era parecido com o de um ‘fish’, mas se de alguma forma está correto, estão é algum estudo estranho de alto nível”, contou. “Ainda assim, pode ter sido um fold terrível. Provavelmente foi apenas um fold horrível com uma lógica ruim e talvez eu só tenha me deixado levar pelo momento.

VEJA MAIS: All in quádruplo, grandes potes e mais: confira o épico retorno de Gus Hansen ao Poker After Dark

Apesar da autocrítica, ele também explicou que os grandes payjumps e o fato de continuar com um grande stack, mesmo após o fold, pesaram. “ICM [Independent Chip Modelling] foi uma consideração óbvia”, contou Steinman. “Se eu tivesse uma mão como AK, poderia foldar confortavelmente por ICM e coisas assim, por isso que com KK ficou um fold estranho.”

Joe McKeehen - WPT
Joe McKeehen (foto: cortesia WPT)

Vilão da mão, McKeehen comentou no Twitter, ironizando as diferentes opiniões sobre a jogada: “Eu estava levemente decepcionado com o terceiro lugar, pensando que o poker estava morto, mas após ler as opiniões das pessoas sobre o fold de KK eu percebi que o poker está mais vivo do que nunca”.

Questionado por um de seus seguidores sobre a mão, a lenda Phil Hellmuth evitou entrar em detalhes, mas disse: “que fold incrível! Não tenho ideia de como ele conseguiu fazer isso, mas está de parabéns”.

Doug Polk fez uma análise mais profunda:

“- Ambos jogaram mal no flop
– O turn foi bom para ambos
– Prefiria muito mais o check-raise all in river do que liderar
– Ter dois K bloqueia muitos blefes, mas você ainda tem que pagar porque vence uma parte do range de valor”