COMPARTILHAR
Rafael Moraes
Rafael Moraes "Gorila" - BSOP Millions

Ontem (24), chegou ao fim ao fim o Sunday Million de Aniversário, o maior torneio da história do PokerStars, com a vitória do tupiniquim “AAAArthur”, que faturou US$ 1.192.802,46, o maior prêmio do poker online brasileiro. Uma das mãos que geraram repercussão foi jogada pelo craque Rafael Moraes, antes da bolha do torneio ser estourada.

VEJA MAIS: Peter Patrício é vice-campeão do US$ 215 Fat Tuesday do PokerStars

O profissional perdeu grande parte do stack em um blefe com 53o. Na madrugada de hoje, Moraes publicou uma sequência de vídeos em sua rede social explicando o raciocínio e admitiu o erro. “Eu pensei muito sobre a mão depois de cair e não a considero um erro tão grande, mas dá pra considerar que foi um erro, principalmente pelo torneio que era, o Sunday Million de Anviersário, cheio de jogadores ruins na mesa”, falou o profissional. “Eu quis explorar demais a bolha e acabou dando ruim”.

Para quem não recorda inteiramente a mão, assista novamente:

“A mesa estava bem fácil, com muitos jogadores não tão bons, obviamente, já que tinham 13.000 jogadores vivos no torneio. Então, tinham todos os tipos de perfil e esse “[email protected]@ é um jogador das antigas, não o via jogar há muito tempo, mas era um regular, lucrativo, hoje, já não sei se é mais, mas não tem nada de bobo no jogo dele não. É um cara bem inteligente, que sabe jogar, não é um calling station, é um pouquinho agro demais, mas só.

Ele dava bastante raise e eu tinha essa reading dele e ele não reagia tanto as 3-bets. Talvez, muito por me conhecer e não querer ficar jogando comigo, na realidade, é o certo e eu também não deveria querer ficar jogando contra ele, em uma mesa dessa e nesse momento do torneio.

O “[email protected]@” deu mini raise de 2.2. Chegou no big, eu olhei os stacks, eu sei que ele está abrindo demais aqui, porque eu sei que ele é bem agro e exagera nesse momento de open, por ser bolha e os caras da esquerda são bem tights, mesmo esse com bastante ficha, ele era bem durinho.

VEJA MAIS: “AAAArthur” faz história e é o grande campeão do Sunday Million de Aniversário do PokerStars

Acabei optando por 3-betar, fiz 3.6x, um size que vou fazê-lo foldar muita coisa e que representa muita força. Agora, vamos aos pontos importantes. Em teoria, essa não deveria ser a mão para eu fazer isso, faço muito pouco e um situação muito específica. Essa é uma bolha de Sunday Million, achei que ele tava abrindo demais e eu optei pela situação, não olhei as minhas mãos. Quando a gente joga muito online, isso não é o correto a se fazer, sempre tem que olhar mais o range e o tipo de mão que jogamos, mas vez ou outra, saio um pouco da linha, essa sai um pouco demais, não considero isso um erro, gosto bastante do meu 3-bet, o que não aprovo é o pós-flop, não preciso shovar aquele turn, mas acho que essa ação vai passar muito, ele vai foldar demais.

É um flop até que ok, acho que ele vai ter muito suited conectors, muito A, por exemplo A9, AT, A5, A4, os azes naipados. O adversário também vai ter TJs, QJs, QTs, ATo, então, ele vai ter todas essas mãos na minha visão que não foldam para um 3-bet.

Muito por isso, optei pela c-bet, cerca de 30% do pote, porque faço ele foldar todas essas mãos com uma grande tranquilidade, as conectors, QT, QJ, JT, T9. Os AT, A9, A8, A7 ficam com um pouco mais de dúvida e talvez largam. O AT acho que paga, mas acho esse c-bet muito lucrativo.

VEJA MAIS: Ivan Luca lidera estrelada mesa final do Evento #3 da High Roller Series

Esse momento era o que eu devia ter parado. No momento que eu tomo call e bate um Q no turn, a situação fica um pouco mais perigosa: o que eu faço foldar aqui? Se eu acho que ele já larga todas as conectors e as bradways no flop, o que ele continua no turn?

Ele continua com KJ, KQ, KT. Par na mão eu acho que ele não tem, porque foldaria pré-flop. Então, basicamente ele tem os reis e AT, um A9 com backdoor de espadas, poucas mãos. As que eu faço foldar são as naipadas em espadas, que ele poderia pagar flop um pouco mais desconfiado. A grande questão é que creio que ele largaria muito no flop, se eu acho isso, não preciso fazer ele largar uma parte pequena no turn.

Aqui, acabei sendo levado pela situação de bolha, de querer explorar o cara, de achar que vou explorar o stack dele nessa situação e que ele vai ficar com muita dúvida. Acho que ele tem alguns folds, tipo ATo, paga flop e folda turn, AJ talvez shove pré-flop, mas se não fizer isso, também folda aqui. A4s e A5s pagam flop e largam também, ou seja, tem algumas mãos. O que ele me paga nesse all in no turn? Os KQ, KJ, KT, o K9s são essas mãos que tomo call.

VEJA MAIS: Andras Nemeth supera Thomas Muehlocker e fica com o título do Evento #1 da High Roller Series

É uma mão complexa, em que você tem que fazer a contagem de combos bem certa, pra ver se é ok ou não. Eu já fiz e não é tão ok assim. Mas nem por esse lado, porque é um torneio muito especial, a gente não precisa entrar em uma variância tão grande como essa, temos que jogar mais o “feijão com arroz”, jogar mais devagar. O meu 3-bet e c-bet, ok. Um pouco exagerado? Sim, é discutível, mas não considero que seja ruim, é discutível. Agora, o all in no turn é ruim, tanto por contagem de combos como por estratégia. Não preciso dar a chance de cair de um torneio desse em um blefe nesse momento contra o jogador que, talvez, seja o melhor da mesa que eu conheço, os outros não eram bons.

Foi um erro de estratégia, por isso estou mostrando para vocês, que muitas vezes temos que pensar nisso. Além de tudo, da parte de combos e se o blefe é bom ou rim, existe a parte estratégica, com torneios como esse é muito importante.

Pra finalizar, eu vou all in. Ele tankou, só para vocês saberem, é interessante essa informação, pois ele entrou no time bank, gastou uns 15 segundos. Para você ver o quanto é forte e o que representa uma mão realmente muito forte.

Abra a sua conta no maior site de poker do mundo clicando aqui.

DÊ CALL NO SUPERPOKER!

Turbine seu jogo, receba conteúdos exclusivos,
análise de mãos, chamadas para aulas ao vivo e promoções gratuitas.

Concordo com os termos de uso e privacidade do SuperPoker, que declara não repassar os dados a outras empresas.