COMPARTILHAR
Regis Kogler campeão do Main Event do BSOP Gramado
Regis Kogler campeão do Main Event do BSOP Gramado

Régis Kogler teve uma performance para ninguém colocar defeito no Main Event do BSOP Gramado. Sempre figurando entre as principais pilhas do torneio, o jogador foi dominante na mesa final, conquistando o título do torneio e o prêmio de R$ 274.100. “Foi tudo incrível! Por conquistar o título aqui, perto de parentes e amigos. Este título é algo incrível”, falou o emocionado campeão.

Este foi o maior resultado da carreira do profissional. Antes do título, Régis possuía menos de US$ 100 mil em premiações no circuito live. Se nos eventos ao vivo a performance não é de amedrontar tanto os adversários, nos feltros online assusta, tendo quase US$ 3 milhões utilizando o nick “capotinha”.

VEJA MAIS: Paulo Milani é o primeiro no mundo a conquistar dois Platinum Passes

Com a vitória do profissional, o jogador mantém um tabu no poker brasileiro: todas as etapas do BSOP no Rio Grande do Sul foram vencidas por gaúchos. Pode parecer besteira, mas o jogador comentou sobre a importância da manutenção do bom retrospecto dos jogadores locais. “Isso é muito legal. Só mostra a força do nosso poker por aqui. Só espero que o evento continue vindo pra cá, pra galera ter chance de tentar de novo”.

Mesa Final do Main Event do BSOP Gramado
Mesa Final do Main Event do BSOP Gramado

Iniciando a mesa final como chip leader, o jogador não deu chances para os adversários e liderou de ponta a ponta. O gaúcho falou sobre a imponente performance. “Os últimos dois BSOP Millions eu passei faltando 30 jogadores e tinha acontecido situações bem parecidas de passar grande no Dia 1A, no Dia 2 conseguir manter o mesmo ritmo, atacando os stacks medianos e acredito faltou um detalhe para não ter chego a primeira decisão do Main Event”.

Retratando a performance arrasadora na decisão, o jogador eliminou cinco adversários, sendo que quatro deles foram os últimos adversários. O campeão revelou que havia desenhado toda uma estratégia para o dia. “Eu montei uma estratégia baseada nos adversários. Sabia a posição de todos eles e características da maioria. Como o Michel Henrique, um jogador de cash game bem caro, sei das qualidades de um jogador desse jogo, também sabia da qualidade do João Bauer. Por isso, eu tinha a ideia de pressionar os stacks deles porque eu sabia que se de alguma forma eles caíssem cedo, eu teria mais chances de ganhar o torneio”.

VEJA MAIS: Bernardo Dias fala sobre a expectativa com BSOP Millions: “etapa obrigatória”

Chegando ao heads-up contra Luiz Oliveira com uma vantagem de quase três vezes mais fichas, o jogador precisou de cerca de 20 minutos para confirmar a vitória. “Eu consegui pressionar muito bem meu jogo durante a mesa final e consegui ser agressivo. No 4-handed eu estava mais ansioso do que no HU. Andei estudando sobre essa fase do jogo e estava ciente do que ia fazer. Sabia como o adversário ia jogar, ou pelo menos imaginava. Acredito que foi bem jogado, um blefe bem grande que passou na reta final também foi crucial”.

Na hora de oferecer a conquista, o jogador foi direto para conter a emoção. “Só agradecer quem estava me apoiando. Agradecer todo mundo que faz parte dessa jornada”, encerrou.

Regis Kogler comemorando com a esposa
Regis Kogler comemorando com a esposa

Com a sétima colocação no Main Event, João Bauer seguiu somando pontos cruciais para a disputa do ranking. Com o resultado, o jogador já é o quinto colocado no ranking geral com 2.155 tentos.

Confira a classificação da mesa final:

1º – Régis Kogler – R$ 274.100

2º – Luiz Oliveira – R$ 167.750

3º – Luiz Hota – R$ 119.830

4º – Diego Vilela – R$ 90.750

5º – Marcelo Ferrari – R$ 72.230

6º – Michel Henrique – R$ 55.450

7º – João Bauer – R$ 40.100

8º – Adriano Canabarro – R$ 27.350

Abra a sua conta no maior site de poker do mundo clicando aqui.

DÊ CALL NO SUPERPOKER!

Turbine seu jogo, receba conteúdos exclusivos,
análise de mãos, chamadas para aulas ao vivo e promoções gratuitas.

Concordo com os termos de uso e privacidade do SuperPoker, que declara não repassar os dados a outras empresas.