COMPARTILHAR
Renan Aziz - BSOP Brasília
Renan Aziz

Renan Aziz segue somando feitos incríveis nos feltros virtuais em 2019. Pouco mais de um mês depois de igualar João Mathias, o craque alcançou um feito inédito: o primeiro brasileiro a conquistar três tríplices coroas em apenas um ano.

Junto com Leocir Carneiro e Norson Saho, Aziz se torna o segundo brasileiro com a principal honraria dos feltros virtuais. A liderança é de João, que conquistou cinco tríplices coras entre 2010 e 2015.

VEJA MAIS: Fedor Holz precisou de pouco para alcançar marca absurda na WSOP

Para alcançar mais esta marca, a jornada de Aziz iniciou no dia 29 de abril. O jogador venceu o Super Monday Hot Big Stack Turbo do PokerStars Espanha.

No dia 2 de maio, a vitória veio no PokerStars. Jogando o US$ 109 NLHE [6-Max Hyper Turbo], o brasileiro desbancou um field com 180 entradas.

A jornada chegou ao fim no partypoker, no dia 4 de maio. Aziz superou todos os adversários no Bounty Hunter e confirmou mais uma honraria na carreira. Além da tríplice coroa, Aziz somou quase US$ 10 mil ao bankroll.

Segundo o site PocketFives, site responsável por registrar os resultados do poker online, Renan Aziz possui quase US$ 2,6 milhões em premiações nos feltros virtuais. Além das três conquistas do profissional, outros três brasileiros alcançaram a honraria em 2019: Guilherme Rimbano, Alexandre Mantovani e Leocir Carneiro.

Para alcançar a tríplice coroa online, o jogador precisa vencer três torneios, em três sites diferentes, no período de uma semana. Todos os torneios precisam ter um prize pool de pelo menos US$ 10 mil, pelo menos 100 jogadores no field e buy-in maior do que US$ 0,01, ou seja, freerolls não valem.

Confira todos os brasileiros que já conquistaram uma tríplice coroa na carreira:

2019:

– Renan “aziz.mancha” Aziz

– Guilherme “gui.hrimbano” Rimbano

– Renan “aziz.mancha” Aziz

– Alexandre “Cavalito” Mantovani

– Leocir “LeoJose” Carneiro

– Renan “aziz.mancha” Aziz

2018:

– Ariel “ArielBahia” Bahia

– Leonardo “LeoMattosAK” Mattos

– Vinicius “vinifenomeno” Teles

– Luiz “AcePheres” Feres

– Rumulo “Primao89” Araújo

– Guilherme “Gordpoker1” Oliveira

– Rafael “LiroLa” Monteiro

– Pedro “pvigar” Garagnani

– Guilherme “pelckito” Franco

– Ailyran “Arlem9-” de Souza

– Geraldo “GeraldoCesar” César

– Cleison “BigPex” Pereira

– Breno “Breno2728” Drumond

– Thiago “tgrigoletti” Grigoletti

– Ivanildo “Ivan limeira” Limeira

– Leocir “LeoJose” Carneiro

2017:

– Carlos “boladegude” Galvão

– Durair “Duraircwb” Neto

– Pedro “FlipMaster08” Paulo

– Ricardo “Ricardons8” Nascimento

– Leocir “LeoJose” Carneiro

– Rafael “rafitia” Freitas

– Guilherme “VinceVegaMFR” Cheveau

2016:

– Alessandro “ale kmkz” Piekazewicz

2015:

– João “joaomathias” Mathias Baumgarten (Duas vezes)

– Alisson “heyalisson” Piekazewicz

– Rafael “rwprado” Watanabe

– Pedro “pvigar” Garagnani

2014:

– Conrado “conradofpg” Galdino

2013:

– Douglas “Dowgh-Santos” Ferreira Souza

– Norson “BrazilianEye” Saho

2011:

– Rafael “LiroLa” Monteiro

– Rafael “GM_Valter” Moraes

– João “joaomathias” Mathias Baumgarten

2010:

– Norson “BrazilianEye” Saho

– João “joaomathias” Mathias Baumgarten (duas vezes)

2009:

– Norson “BrazilianEye” Saho

– Thiago “TheDecano” Decano (duas vezes)

– Marcos “sketch1967” Sketch

2008:

– Leandro “brasapoker” Brasa